2020 AMA MOTOCROSS NACIONAL DE PONTOS NACIONAIS APÓS A RODADA 8

2020 AMA MOTOCROSS NACIONAL DE PONTOS NACIONAIS APÓS A RODADA 8

Com a oitava rodada do Campeonato Pro Motocross de 8 chegando ao fim, testemunhamos batalhas acirradas e um retorno surpresa de um ex-campeão. Chegando a Lakewood, o tempo estava frio e fresco, permitindo que todos soubessem que o ar do verão havia oficialmente desaparecido e que era hora do outono. A pista estava escorregadia, mas depois do clima recente, ela ficaria seca e escorregadia na superfície, mas formaria sulcos profundos e alongados. A altitude também foi um desafio para esses pilotos, já que a mudança drástica de elevação de quase o nível do mar para mais de 2020 pés no ar teria um impacto no desempenho do piloto.

Na classe 450, vimos um breakout precoce para Adam Cianciarulo dominando absolutamente a qualificação, enquanto o resto da competição não conseguiu competir com seus tempos. Na classe 250, os dois qualificados mais rápidos, Justin Cooper e Shane McElrath, se qualificaram mais rápido do que os 450 em sua primeira sessão de qualificação. Esses resultados seriam mais tarde visíveis nas corridas, já que Star Yamaha e Kawasakis dominariam suas corridas.

2020 THUNDER VALLEY NACIONAL | COBERTURA TOTAL

450 PONTOS PADRÕES (RODADA 8 DE 9)

Apesar de não ter vencido, Zach ainda permaneceria no topo da classe 450.

Depois de presenciar o espetáculo que foi a qualificação, tivemos a certeza de que Adam se sairia bem em suas corridas. As linhas que ele estava pegando na velocidade em que as atingia eram consideravelmente mais rápidas do que qualquer outra pessoa. Bem, isso foi até o tricampeão Eli Tomac apertar um botão exatamente como vimos no WW Ranch e provar a todos que ele ainda não tinha terminado de correr. Indo 3-1 em seus motos, vimos uma faísca em Eli que não víamos há algum tempo. Apesar de ter sido benéfico para ele vencer, ele não está mais na busca de pontos para o campeonato, então isso na verdade impediu seu companheiro de equipe, Adam Cianciarulo, de atingir a quantidade máxima de pontos que poderia ganhar. Esse revés também deu a Zach Osborne a oportunidade de fazer uma passagem na segunda bateria para ganhar ainda mais pontos. Dizer que não estamos ansiosos para a rodada final do Pro Motocross na classe 450 seria uma mentira direta. Esta é uma das corridas mais próximas e emocionantes que vimos há algum tempo.

POS. # NOME Total de pontos
1 16 Zachary Osborne 325
2 9 Adam Cianciarulo 301
3 25 Marvin Musquin 283
4 1 Eli Tomac 278
5 23 Chase Sexton 245
6 51 Justin Barcia 234
7 4 Blake Baggett 232
8 62 Christian Craig 195
9 103 Max Anstie 166
10 17 Joseph Savatgy 147
11 20 Broc cócegas 145
12 31 Fredrik Noren 125
13 15 Reitor Wilson 97
14 19 Justin Bogle 93
15 78 Jake Masterpool 82
16 258 Justin rodbell 69
17 50 Benny Bloss 68
18 48 Henry Miller 59
19 21 Jason Anderson 58
20 43 John Short 34
21 42 Ben LaMay 32
22 75 Coty Schock 31
23 2 Cooper Webb 29
24 349 Grant Harlan 29
25 79 Isaac Teasdale 29
26 34 Tyler Bowers 28
27 309 Jeremy Smith 22
28 700 Justin Hoeft 17
29 11 Kyle Chisholm 15
30 443 Luke Renzland 11
31 647 Matthew Hubert 11
32 154 Perseguir Felong 8
33 61 Alex Ray 7
34 711 Tristan Lane 5
35 577 Félix Lopez 5
36 72 Robbie Wageman 4
37 841 Jeffrey Walker 4
38 503 McClellan Hile 3
39 281 Cory Carsten 3
40 412 Jared Lesher 3
41 794 Bryce Backaus 2
42 141 Richard Taylor 2

 

Infelizmente para Adam, seu companheiro de equipe venceria a corrida limitando seu potencial de pontos.

250 PONTOS PADRÕES (RODADA 8 DE 9)

Dylan e Star Racing tiveram um fim de semana de sucesso.

Star Racing iria começar o fim de semana extremamente forte e terminá-lo com uma nota alta. Star Racing ficaria com as primeiras posições de qualificação, bem como teria o maior número de pilotos cruzando o holeshot ao mesmo tempo. Se a Star sabe como fazer algo melhor do que ninguém, é colocar uma bicicleta azul no pacote. Depois de quase tombar várias vezes e ter um punhado de outras decisões difíceis, Dylan Ferrandis acabaria indo 1-3. Justin Cooper acabaria levando a vitória geral com Dylan em segundo e Jeremy Martin em terceiro. Isso deu a Dylan um pouco de espaço de manobra para entrar na rodada final do 2020 AMA Nationals. Agora é apenas uma batalha entre os dois pilotos Dylan Ferrandis e Jeremy Martin para ver quem vai terminar como campeão na rodada final.

POS. # NOME Total de pontos
1 14 Dylan Ferrandis 352
2 6 Jeremy Martin 334
3 12 Shane McElrath 254
4 32 Justin Cooper 251
5 26 Alex Martin 242
6 83 Jett Lawrence 230
7 24 RJ Hampshire 217
8 29 Cameron Mcadoo 165
9 74 Mitchell Harrison 163
10 30 Brandon Hartranft 148
11 84 Jo Shimoda 141
12 220 Carson Mumford 134
13 35 Hunter Lawrence 122
14 57 Derek Drake 107
15 239 Mason Gonzales 75
16 117 Stilez Robertson 70
17 68 Nick Gaines 62
18 134 Jarrett Frye 55
19 41 Ty Masterpool 54
20 163 Pierce Brown 36
21 373 Hardy Muñoz 33
22 67 Jerry Robin 33
23 355 Joseph Crown 32
24 157 Darian Sanayei 24
25 374 Dilan Schwartz. 22
26 352 Jalek Swoll 19
27 227 Derek Kelley 19
28 194 Lance Kobusch 18
29 488 Natanael Thrasher 15
30 251 Ezra Hastings 14
31 60 Mitchell Falk 14
32 387 Josué Varize 12
33 667 Jesse Flock 12
34 726 Gared Steinke 11
35 130 Austin Root 9
36 380 Preston Kilroy 8
37 77 Kevin moranz 7
38 874 Zack Williams 6
39 39 Jordan Bailey 6
40 162 Maxwell Sanford 4
41 221 Mathias Jorgensen 4
42 981 Curren Thurman 2

 

2020 THUNDER VALLEY NACIONAL | COBERTURA TOTAL

Classificação de 2020 pontos2020 Pontos ClassificaçãoPro Motocross 2020Nacional do Vale do Trovão 2020Classificação de PontosMotocross profissionalThunder ValleyPontos do Vale do Trovão