MOTO-MASTER APRESENTA O RELATÓRIO DE GRANDE PRÉMIO DE ESTADOS UNIDOS

MXGP-MOTO-MASTER_CMYK_H_preto_BGD_V1

Por John Basher

Vamos manter as coisas simples, pessoal. Glen Helen sediou a última rodada da série Grand Prix. Era mais de 100 graus, e a pista era brutal. Temperaturas escaldantes não são um bom presságio para os pilotos europeus, enquanto as pistas incrivelmente ásperas não são adequadas para a configuração americana das motos. No entanto, os pilotos americanos - ou aqueles que ganham a vida vivendo nos EUA - conhecem Glen Helen como as costas das mãos. Eles tinham a linha interna no circuito SoCal, e o clima estava a seu favor. Após as corridas classificatórias de sábado, parecia que os americanos iriam vencer o melhor que a Europa tinha a oferecer. Josh Grant e Shane McElrath foram os melhores em seus respectivos campos. O domingo foi uma conclusão precipitada - uma festa de lançamento do Stars and Stripes em casa.

Só que não aconteceu. Claro, foi um dia monumental para Jessy Nelson, da Troy Lee Design KTM, que venceu de forma convincente na classe 250. No entanto, o campeão do MXGP 2015 de 450, Romain Febvre, resistiu à tempestade americana e choveu no desfile ao vencer o 450 geral. Foi o oitavo no geral da temporada.

O que mais aconteceu em Glen Helen neste fim de semana?

TOP AMERICANO

Como os pilotos dos EUA se saíram contra os melhores da Europa? Muito bem, na verdade.

Nelson_MXGP_18_EUA_20151. Jessy NelsonNada faz uma afirmação maior do que ganhar as duas motos. Jessy Nelson foi uma revelação no domingo.

Grant_MXGP_18_EUA_20152. Josh Grant ...Ele venceu a corrida de qualificação para os 450 no sábado e teve aquela faísca antiga. Grant parecia preparado para colocar tudo em risco neste fim de semana. Talvez fosse o amor dele por Glen Helen. Talvez ele estivesse tentando impressionar potenciais pretendentes depois de uma temporada de ho-hum. Talvez ele quisesse vencer pela América. Seja como for, o Josh Grant de 2015 foi substituído pelo Josh Grant de 2008 neste fim de semana. Foi incrível ver. As probabilidades são de que ele teria ficado em geral se não tivesse rolado o tornozelo na primeira moto.

Webb_MXGP_18_EUA_20153. Cooper Webb ...Prestem atenção, meus companheiros americanos. Vocês que acreditavam que Cooper Webb não poderia lidar com as responsabilidades de sua seleção para a equipe dos EUA estão redondamente enganados. Pelo contrário. Webb cavalgou com a força e o vigor que lhe valeram a coroa de 250 Oeste. Ele não segue a política externa de Theodore Roosevelt de falar baixinho e carregar um grande porrete. Em vez disso, ele mostrou aos europeus como era o seu cano de escape e ameaçou todos os visitantes. Webb foi incrível em sua primeira corrida ao ar livre de 450 em solo americano (lembre-se de que no outono passado ele correu um 450 Nacional do Japão e ganhou).

McElrath_MXGP_18_EUA_20154. Shane McElrath ...Foi um pouco chocante que McElrath tenha se saído tão bem neste fim de semana. Afinal, ele não havia exatamente incendiado o mundo durante os 250 nacionais. S, o fato de ele ter vencido a corrida de qualificação de sábado e ter seguido a segunda colocação geral no domingo mostra que o garoto da Carolina do Norte tem habilidades. Certamente Troy Lee será comemorado até altas horas da manhã, nas colinas de Glen Helen, depois que seus dois pilotos foram 1-2 no cenário mundial. E não vamos esquecer Chris Alledredge, que ficou em segundo lugar nas primeiras 250 motos (como parte de uma varredura americana das três primeiras posições). Infelizmente Alldredge foi eliminado em um acidente na primeira volta na segunda moto e lutou até o 3º lugar por 13-2 dias.

Wilson_MXGP_18_EUA_20155. Dean WilsonTecnicamente, ele não é americano, mas com dupla cidadania (Escócia e Canadá) e raízes nos EUA, Deano faz parte do clube. Wilson estava procurando um bom resultado depois de aniquilar o joelho em Supercross. Ele o encontrou em Glen Helen. Dean terminou em quarto lugar no geral e, embora tenha sido um pouco de sorte, ele fez isso acontecer.

A BATALHA PELO SEGUNDO MELHOR

gautier-paulin-nos-euaA única questão importante que ficou sem resposta foi entrar em Glen Helen: quem terminaria em segundo na geral na classificação de 450 títulos - Gautier Paulin (21) ou Evgeny Bobryshev? Foi um pouco anticlimático. Ambos os pilotos tinham finais de semana (algo que eu havia previsto no relatório da semana passada). Bobryshev venceu a batalha no domingo, terminando uma posição à frente de seu companheiro de equipe, mas Paulin venceu a guerra.

250 CAMPEÃO MUNDIAL

GajserWin2_MXGP_18_EUA_2015A batalha que não surgiu ...não faz sentido relembrar uma história antiga, mas é importante entender como o título das 250 se formou. Foi a derrota de Jeffrey Herlings, e ele fez isso muito bem ao avançar com mais força do que uma bigorna caiu de um 747. Lentamente, o campo alcançou a liderança maciça de pontos de Jeffrey. Acabou sendo um caso de Tim Gajser contra Pauls Jonass.

Glen Helen deveria ter sido um celeiro de queimadores entre o esloveno (Gajser) e o letão (Jonass), mas o ar foi esvaziado no fim de semana passado, quando Jonass cuspiu sua KTM na segunda moto e conseguiu apenas o 13º. O piloto da Gariboldi Honda basicamente teve que manter o nariz limpo em Glen Helen. Gajser foi esperto, alcançando 6-4 pontos na quarta colocação geral, a caminho de seu primeiro 250 Mundial. Parabéns a Tim Gajser, Gariboldi Honda e o país da Eslovênia. O campeonato foi bem merecido.

TROCA DO VENTILADOR

TrackView1_MXGP_18_EUA_2015A presença de espectadores provavelmente foi o dobro da quantidade do ano passado que Glen Helen realizou o USGP, mas os números no domingo estavam muito distantes do que um nacional da AMA atrairá. Dadas todas as histórias que entraram no fim de semana, parecia possível que o USGP fosse um grande sucesso entre os fãs americanos. O domingo provou que o motocross europeu está pegando ... ou que os americanos querem ver o quão bem os seus próprios podem fazer contra os do outro lado da lagoa. De qualquer forma, havia mais olhos no interior do que em 2011. Esse é um bom sinal.    

MOTO-MASTER1466

Dê uma volta ao redor de Helen Helen

OS VENCEDORES

450 Classe: Romain Febvre (1-2)

Fevereiro_MXGP_18_EUA_2015A série deve terminar de outra maneira? O campeão do mundo MXGP 2015 de 450 venceu o melhor da série Grand Prix e agora pode reivindicar ser o melhor piloto de motocross do mundo. Antes de você se perguntar sobre como Ryan Dungey é melhor, fale sobre isso. Dungey teve todas as oportunidades para competir no Glen Helen USGP. Na verdade, ele deveria, de acordo com as ordens da equipe da KTM. No entanto, ele foi perdoado. Não tenho tanta certeza de que o Febvre seja mais rápido que o Dungey, mas ele foi o mais rápido no domingo porque estava lá. Fungey, Barcia e Roczen podem ter mudado o resultado significativamente, mas você não pode fazer isso do sofá.

250 Classe: Jessy Nelson (1-1)

MX2start_MXGP_18_EUA_2015Jessy Nelson (79) estava no topo da classe 250 em Glen Helen.

Ganhar o 250 USGP é facilmente a maior conquista da relativamente jovem carreira profissional de Nelson. Ele largou todo mundo em ambas as motos e venceu com resultados convincentes em 1-1. Certamente você pode ouvir os sussurros circulando na indústria sobre o interesse futuro de Nelson no MXGP. Esqueça. Jessy Nelson seguiu o decreto da KTM e correu Glen Helen. Ele venceu, mas não é essa a expectativa de todo piloto? Muito bem, Jessy! Você se juntou a um grupo distinto de americanos que ganharam um GP de 250. Agora prepare-se para o Supercross.

CRASH DO FIM DE SEMANA: PATUREL CATAPULT

GALERIA DE FOTOS EM MASSIMO ZANZANI

Seewer_MXGP_18_EUA_2015 MXGPstart_MXGP_18_EUA_2015 McElrath_MXGP_18_EUA_2015 Kullas_MXGP_18_EUA_2015 Jonass_MXGP_18_EUA_2015 Guillod_MXGP_18_EUA_2015 GajserWin3_MXGP_18_EUA_2015 Gajser1_MXGP_18_EUA_2015 Coldenhoff_MXGP_18_EUA_2015 Cairoli_MXGP_18_EUA_2015 Anstie_MXGP_18_EUA_2015 Anderson_MXGP_18_EUA_2015 2015campeões_MXGP_18_EUA_2015

GLEN HELEN USGP DESTAQUE VÍDEO

RESULTADOS FINAIS DOS GRANDES PRÉMIOS DOS EUA: CLASSE 450

MXGPpodium_MXGP_18_EUA_20151. Romain Febvre (Yam)… 1-2
2. Josh Grant (Kaw)… 3-1
3. Cooper Webb (Yam)… 2-3
4. Dean Wilson (KTM)… 7-4
5. Glenn Coldenhoff (Suz)… 6-6
6. Evgeny Bobryshev (Hon)… 9-5
7. Gautier Paulin (Hon)… 8-8
8. Jeremy Van Horebeek (Inhame)… 12-7
9. Tommy Searle (KTM)… 13-9
10. Jason Anderson (Hus)… 4-27
Outros notáveis: 11. Davi Millsaps; 12. José Butron; 13. Tony Cairoli; 14. Tyla Rattray; 16. Marvin Musquin; 19. Ben Townley; 26. Sean Lipanovich; 32. Max Nagl; 33. Cody Cooper; 34. Shaun Simpson

RESULTADOS FINAIS DOS GRANDES PRÉMIOS DOS EUA: CLASSE 250

MX2podium_MXGP_18_EUA_20151. Jessy Nelson (KTM)… 1-1
2. Shane McElrath (KTM)… 3-2
3. Valentin Guillod (Inhame)… 5-3
4. Tim Gajser (Hon)… 6-4
5. Max Anstie (Kaw)… 4-8
6. Chris Alldredge (Kaw)… 2-13
7. Jeremy Seewer (Suz)… 8-5
8. Harri Kullas (Hus)… 7-7
9. Pauls Jonass (KTM)… 10-6
10. Benoit Paturel (Inhame)… 13-9
Outros notáveis: 11. Petar Petrov; 13. Thomas Covington; 14. Brian Bogers; Julien Lieber; 15. Brent Van doninck; 20. Brian Hsu

NORMAS 2015 FIM 450 PONTOS FINAIS

(Após 18 de 18 rodadas)
1. Romain Febvre… 735
2. Gautier Paulin… 592
3. Evgeny Bobryshev… 567
4. Shaun Simpson… 481
5. Jeremy Van Horebeek… 449
6. Max Nagl… 442
7. Tony Cairoli… 432
8. Glenn Coldenhoff… 423
9. Todd Waters… 354
10. Clement Desalle… 331

NORMAS 2015 FIM 250 PONTOS FINAIS

(Após 18 de 18 rodadas)
1. Tim Gajser… 589
2. Pauls Jonass… 564
3. Max Anstie… 537
4. Valentin Guillod… 511
5. Jeremy Seewer… 496
6. Julien Lieber… 430
7. Jeffrey Herlings… 423
8. Jordi Tixier… 393
9. Benoit Paturel… 376
10. Petar Petrov… 324

É isso aí pessoal. Obrigado por acompanhar a Série de Motocross Grand Prix 2015. Foi, sem sombra de dúvida, um dos anos mais interessantes do MXGP de todos os tempos. Desde o surgimento de Ryan Villopoto em cena, o ataque de lesões, as atuações de Romain Febvre e Tim Gajser até as bobagens de Giuseppe Luongo, o MXGP conseguiu tudo. Mal posso esperar para ver o que acontece em 2016. Por enquanto, passe alguns últimos fins de semana andando antes que a neve voe. Graças à generosa equipe da Moto-Master (www.moto-masterusa.com) por patrocinar o MXGP Race Report!

Fotos de Massimo Zanzani, HRC Honda e Rockstar Suzuki

MXGP-MOTO-MASTER_CMYK_H_preto_BGD_V1

você pode gostar também

Comentários estão fechados.