ENTREVISTA MXA: ROOKIE DE JEITO DE DEZEITO ANOS JETT LAWRENCE FALA SOBRE SUA ESTRUTURA PRO

Jett Lawrence 2019 Budds Creek NationalJett Lawrence utilizou a nova regra do AMA Pro Motocross, que permite aos pilotos amadores da classe A correr no Outdoor Nationals sem perder seu status de Amador. Jett só precisava ter certeza de que não marcaria mais do que 40 pontos. 

“Espere até ver o irmão mais novo” foram as palavras de meus amigos na Europa quando Hunter Lawrence estava competindo pela Suzuki de fábrica no Campeonato Mundial de MX2 em 2017. Do ponto de vista global do motocross, um dos pilotos amadores mais esperados do mundo virar profissional ultimamente tem sido Jett Lawrence. Making for Pro estreia em Unadilla, apenas alguns dias após seu décimo sexto aniversário, o irmão mais novo e companheiro de equipe Hunter Lawrence terminou um impressionante oitavo na segunda moto. Para tornar seu passeio mais impressionante, ele passou pela matilha para passar por alguns veteranos experientes. Como o irmão mais velho Hunter, Jett era um piloto de fábrica da Suzuki no Campeonato Mundial de Motocross EMX, e agora está sob o comando da Geico Honda. Não há dúvida de que Jett se tornará profissional em tempo integral em 2020, mas ele não tem certeza se começará no Supercross ou na série de motocross.

JIM KIMBALL

JETT, COMO GOSTOU LITERALMENTE DE 16 ANOS ALGUNS DIAS ANTES DE SEU ESTILO PRO NA UNADILLA? Eu estava me sentindo bastante confiante entrando em Unadilla, embora soubesse que não iria incendiar o mundo. A primeira moto estava indo bem, mas comi um pouco de erro, me mordi na bunda e caí. Então, na segunda moto, eu não tive um começo muito bom, mas consegui entrar no grupo a partir de 18thpara 8th, então o segundo foi realmente bom. Minha aptidão estava muito bem, e todas essas coisas.

O SEU OITAVO LUGAR DE ACABAMENTO DE MOTO FOI O MAIS ALTO DE QUALQUER GRUPO DE ROOKIE DESTE ANO, QUE SINTA BOM? Honestamente, sim, é muito legal sentir-se como o amador rápido ou o melhor colocado. É sempre bom ser o melhor em alguma coisa. Realmente não está conseguindo nada, mas é bom e dá um pouco mais de motivação. Só porque sou assim, porém, não significa que vou parar de treinar mais, ou como se estivesse feliz onde estou. Obviamente, quero continuar treinando e melhorando. Mas, novamente, é muito legal saber que terminei dessa maneira.

Jett Lawrence terminou seu tempo na Europa com uma vitória na classe EMX250 no GP de Assen e ao vencer a série ADAC Youngster Cup. 

O SEU IRMÃO HUNTER MAIS RÁPIDO COMPLETOU A CLASSE MX2 NO CAMPEONATO MUNDIAL MXGP E VOCÊ FEZ ALGUM EMX RACING. VOCÊ PREPAROU MUITO POR UNADILLA? Eu corri com o EMX250 na Europa, e isso é bem parecido com o MX2, então nada me surpreendeu. Toda corrida é uma corrida, não é nada diferente. Cada pista tem uma curva, um salto, um portão de largada e uma rotina. A única surpresa é o cenário e as coisas ao redor da pista. Eu sempre gosto muito de ver os fãs e aproveito a primeira vez que entrei na pista.

Tem de ser um benefício para você que o seu irmão que tem mais experiência do que você pode ajudá-lo a aprender rapidamente.Sim, ajuda muito tê-lo. Eu não estaria onde estou hoje sem ele. Obviamente, eu estaria tentando chegar onde estou agora sem ele, mas ele me ajudou muito e eu agradeço muito a ele. Espero que no futuro possamos competir entre nós, o que provavelmente faremos no próximo ano. Eu o amo até a lua e ele significa muito para mim. É sempre bom treinar com alguém como ele, principalmente porque ele é um cara legal e brinca muito.

Jett Lawrence 2019 Budds Creek NationalOs fãs não podem se aproximar mais da ação do que isso. Apenas uma cerca de arame separa Jett Lawrence e os espectadores.

EU FALEI COM SEU IRMÃO DIVERSAS VEZES ATRÁS, QUANDO ELE ESTAVA CORRENDO NA CLASSE MX2 NA EUROPA, E IMEDIATAMENTE PARECEI GOSTO. OBVIAMENTE, VOCÊ ESTÁ COM A CORRIDA MUITO SÉRIO, MAS QUER DIVERTIR MUITO MUITO. Sim, eu sou esse tipo de cara, com certeza. Eu posso falar sério, se quiser, mas todo mundo gosta de se divertir, e eu prefiro me divertir. Eu sempre brinco com meu mecânico, a equipe e até meus colegas de equipe como RJ Hampshire, Chase Sexton e meu outro companheiro de equipe, Joe Shimoda. Nós sempre brincamos. Eu sou uma pessoa bastante aberta, e algumas outras pessoas quando aparecem são muito sérias. Estou falando sério, mas não tão sério onde, como, vou sentar no meu vestiário, e não dizer olá ou conversar com alguém porque estou focado na minha corrida.

SUA CARREIRA AMADORA ESTÁ REALIZADA AGORA COM VOCÊ COMPETIR OS ÚLTIMOS NACIONAIS AO AR LIVRE? Minha temporada de amador ainda não acabou, então ainda estou correndo como amador. Mas eu quero fazer a Monster Cup na classe Amateur All-Stars para competir um pouco no Supercross e depois correr no Amateur National do Mini O para que eu possa ganhar um bom dinheiro se ganhar. Obviamente, ainda não estou totalmente profissional, essa é a razão pela qual saí em Budds Creek, para não ter tantos pontos. Ainda quero fazer a Monster Cup, para que eu possa ter uma experiência com o Supercross, porque ainda não fiz uma corrida completa do Supercross, o que ajudaria muito. Basicamente, acho que vou fazer Pro em tempo integral no Supercross e veremos como está o meu inverno com o treinamento do Supercross. Se tudo correr bem, provavelmente irei na série Costa Leste. Mas se eu não estiver pronto, vou treinar um pouco mais de Supercross e depois mudar para o Motocross como no meio da temporada de Supercross. Basta ter um pouco de vantagem no Motocross. Mas eu realmente espero ser profissional no Supercross.

Jett Lawrence_Fox Raceway Pro Practice 6-10-19-28Jett Lawrence pode ser visto treinando nas pistas locais do sul da Califórnia com seu irmão Hunter Lawrence durante a temporada de motocross.

Tradicionalmente, os cavaleiros da Austrália que vieram para a América foram muito bons na Supercross. VOCÊ PASSOU EM QUALQUER SUPERCROSS NA AUSTRÁLIA? Quando eu estava na Austrália, eu não tinha pilotado nem um pouco o Supercross. Só neste ano eu pude pilotar o Supercross pela primeira vez, então ainda é novo para mim. Quem treina para o Supercross sempre é bastante decente. Você pode conseguir pessoas da Europa que treinam para o Supercross, e elas vêm aqui ser bastante decentes. Espero fazer o bem porque sinto que sou um piloto bastante técnico. Eu quero ter certeza de que minha pilotagem seja agradável e arrumada, então espero que eu esteja bem.

VOCÊ SENTE COMO ALCANÇADO SEUS OBJETIVOS NA UNADILLA E BUDDS CREEK? Eu vim aqui com o objetivo de terminar as corridas saudáveis. Eu realmente não tinha nenhuma expectativa até chegar lá. Eu apenas fui lá e montei o meu melhor. Mas sim, acho que me saí muito bem até agora, principalmente por causa da minha idade. Preciso resolver minhas primeiras motos, pois elas não foram as melhores.

Jett Lawrence 2019 Budds Creek NationalJett estava em 10º quando saiu da pista na segunda moto no Budds Creek National de 2019.

TALVEZ OS PRIMEIROS MOTOS FORAM DIFÍCEIS PORQUE VOCÊ NÃO OCORREU AQUELAS TRILHAS ANTES? Sim, isso é uma coisa. Todas essas faixas são novas para mim. Como na minha primeira viagem, onde muitos caras já os montaram. Mas, como eu disse antes, uma faixa é uma faixa e realmente não muda. Então, eu irei lá com a mesma mentalidade de ir para uma pista de preparação. É como um dia de treino, apenas com uma pista bem preparada com alguns caras rápidos nela.

Vamos encerrar com um pouco mais de seu plano para competir no próximo ano. Sinto que quero fazer o Supercross porque preciso da experiência. Eu posso apenas fazer as duas primeiras corridas e se não estiver pronto, não estou pronto. Não quero tirar o ano de folga com uma lesão. Vou apenas lá, dar um esforço de cem por cento e ver como vai.

 

 

você pode gostar também