ENTREVISTA MXA: RYAN SIPES É UM HOMEM DE RENASCIMENTO - SUPERCROSS, GNCC, ISDE, FLAT TRACK E MAIS

ENTREVISTA MXA: RYAN SIPES É UM HOMEM DE RENASCIMENTO - SUPERCROSS, GNCC, ISDE, FLAT TRACK E MAIS

JOSH MOSIMAN

DE ONDE A IDÉIA FOI REALIZADA EM TODOS ESTES DIFERENTES EVENTOS? Em 2017, ganhei um GNCC, o meu primeiro, e foi legal. Consegui muita mídia e pressionei. E então eu fiz uma corrida de 125 estrelas, e recebi mais imprensa por isso do que por ganhar um GNCC. Então, cheguei em casa e fiquei tipo: "Cara, estou fazendo da maneira mais difícil". GNCC é uma das corridas mais difíceis que você já fez. A corrida de 125 foram quatro voltas, e foi super fácil para mim. Se eu não ganhasse, seria uma vergonha. Então, pensei: "O que acontece se eu simplesmente bater em todos os tipos de corrida?" Em vez de ter 80% da audiência off-road do GNCC prestando atenção em mim, e se eu tivesse 20% das cinco audiências diferentes me observando? Seria mais. Era uma idéia meio que trespassada para a maioria das pessoas. O primeiro ano em que fiz sozinho foi em 2018 com a ajuda da Rockstar e da Husqvarna.

"Fiz duas corridas de pista plana, que nunca havia praticado ou disputado antes. EU FIZ ALGUMAS CORRIDAS PRO MOTOCROSS. EU FIZ OS MOTOCROSS DAS NAÇÕES PARA A EQUIPE PUERTO RICO COM KEVIN WINDHAM E TRAVIS PASTRANA E UM GRUPO DE MATERIAL DIFERENTE. ”

QUE CORRIDAS VOCÊ FEZ EM 2018? Eu fiz um monte de GNCC e um monte de Sprint Enduros. Eu fiz duas corridas de pista plana, as quais nunca havia praticado ou corrido antes. Eu fiz algumas corridas de motocross Pro. Eu fiz o Motocross das Nações para a equipe de Porto Rico com Kevin Windham e Travis Pastrana e um monte de coisas diferentes. Antes de fazer tudo isso, todos os patrocinadores eram como: “Eu não sei sobre isso. Você não pode ganhar um campeonato. Mas eu disse para eles confiarem em mim. Então fizemos e acho que me saí bem. Ganhei uma pista plana, ganhei um monte de sprints enduros e assim por diante. As pessoas estavam muito entusiasmadas, mas a Red Bull me ligou e disse: “Sua ideia é incrível. Achamos que esse é o tipo de futuro e queremos que você faça isso por nós. ” Então foi isso que eu fiz, e foi aí que tudo começou. 

VOCÊ TEM APOIO DE FÁBRICA DA KTM OU É principalmente do Red Bull? Red Bull e Leatt são meus maiores patrocinadores. A KTM ajuda com peças e motos, mas, para todo o resto, meio que a pegamos.

Ryan Sipes em 2019, competindo no Nashville Supercross, onde terminou em 8º lugar.

COMO VOCÊ PREPARA-SE POR TAL GAMA DE CORRIDAS? Essa tem sido a parte mais difícil - tentar descobrir como se preparar para tudo. Costumava ser que, quando estava na hora de se preparar para o Supercross, você pilotava no Supercross quatro dias por semana, e era isso que pensava. Comer, dormir, beber, viver, você sabe. Mas agora, eu tenho que ser bom nisso, mas também estar pronto para uma pista plana e o GNCC. Você não pode estar na pista do Supercross quatro dias por semana, então onde está a linha? Demorou um tempo para eu descobrir. Se você olhar para os resultados, não me saí muito bem no início do ano. Eu era sólida, mas se você olhar para os meus resultados por volta de maio e junho, pode ver que eu descobri. Eu descobri o quanto praticar isso e aquilo e quanto treinar. A parte mais difícil é que, se você quer ser um piloto de Supercross, pode olhar para o que outras pessoas fizeram. Você pode olhar para trás e dizer: "Foi isso que o outro cara fez e ganhou". Mas, não há como eu olhar para trás agora. Ninguém realmente fez isso, então não posso ligar para alguém e dizer: "Ei, o que você fez?" Eu só tenho que descobrir. Essa tem sido a parte difícil, mas também tem sido divertida, porque depois que você descobre, é como, tudo bem, eu fiz sozinho, meio que ”. Quero dizer, tive muita ajuda. O meu treinador, Steve Hatch, me ajudou muito, mas até ele estava descobrindo isso à medida que avançávamos. Então, isso tem sido uma parte única do que estou fazendo.  

Ryan Sipes—ISDE.
Ryan Sipes - ISDE.

QUAL É O SEU MINDSET NA LINHA DE INÍCIO DE UM PRINCIPAL EVENTO SUPERCROSS COMPARADO A ESTAR NA LINHA DE UM GNCC, FLAT TRACK OU ERZBERG? Eles são todos diferentes. Por exemplo, entrando no Supercross, eu não fazia ideia. Fazia seis anos desde que eu tinha pilotado uma pista do Supercross. Passei cerca de um mês e meio me preparando para isso, e correu bem por tirar tanto tempo de folga. Depois fui para Nashville e me saí ainda melhor. Mas entrando nessas corridas, eu estava na linha pensando: "Eu farei o meu melhor". Eu não tenho idéia. E então compare isso com Erzberg, onde sei que não vou me sair bem. Deixe-me apenas tentar fazer isso. Depois compare isso com a pista plana, onde eu meio que sei que posso ganhar. Não estou dizendo que vou, mas sei que posso. Então, está tudo em jogo com as diferentes coisas pelas quais estou indo.

“EU TENHO QUE SER BOM NA SUPERCROSS E TAMBÉM ESTOU PRONTO PARA UM FLAT TRACK E GNCC. Você não pode estar na trilha do SUPERCROSS QUATRO DIAS DE SEMANA, ASSIM ONDE ESTÁ A LINHA? Demorou um pouco para eu descobrir. " 

É MAIS RUÍDO NERVOSO QUANDO VOCÊ SABE TIRAR UM TIRO NA VENCEDORA? Eu realmente não fico muito nervoso. Eu não sei, sou muito descontraído. Eu ficava super nervoso e tinha todas essas emoções. Eu tento apenas tirar emoção disso agora. Eu já passei por tudo isso. Agora estou mais velho e é como, “Farei o meu melhor, e é o melhor que posso fazer. Não vou me sair melhor do que o meu melhor, então vou fazer isso e tudo vai dar certo. ” 

Ryan correndo na pista plana de Daytona.

VOCÊ BATA JUSTIN BRAYTON NO SUPERCROSS HAVAIANO. QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS? Sim, isso foi bastante surpreendente para mim. Eu esperava ser trabalhado por Brayton, mas pensei que poderia vencer todos os outros e talvez ficar em segundo ou terceiro. Mas, por qualquer motivo, eu estava naquele fim de semana. Eu acho que a pista combinou com as 250 naquele final de semana melhor que as 450. Mas ainda assim, é Justin Brayton. Eu pensei que ele iria me vencer. Estávamos no Havaí, por isso, mesmo que você perca sua corrida, ainda é um bom momento. Mas então para ir 1-1-1; foi muito fofo. 

Ryan correndo no ritmo reto do Red Bull.

VOCÊ ESTÁ COM COURO POR MUITO TEMPO. QUANTO ENTRADA VOCÊ TEM EM SUAS NOVAS BOTAS E ENGRENAGEM? Eu estou na empresa há 13 anos, desde quando eles fizeram colar cervical, e eu já passei por tudo isso. Comecei a usar as botas em janeiro de 2019, e essas eram botas de pré-produção. Eles não mudaram muito desde então. Eu pensei que eles eram bons, mas os ajudei a fazer algumas alterações e agora gosto muito deles. Eu os colocaria contra qualquer tipo de bota. É legal ter um pouco de voz no desenvolvimento. Basicamente, eles o desenvolveram; Eu apenas testei. 

“NÃO SEI, ESTOU BONITO E FÁCIL. Eu costumava ficar super nervoso e obter todas essas emoções. TENTO APENAS TOMAR EMOÇÃO AGORA. " 

QUAIS SÃO OS SEUS PLANOS PARA 2020? O mesmo tipo de planos está em vigor; as mesmas idéias que tivemos em 2019, apenas algumas raças diferentes. No momento, temos o Daytona Supercross, Daytona TT, Wild Boar GNCC, Hawaiian Supercross, Erzberg Enduro, Megawatt Enduro, Washougal National, Sturgis TT, Peurgi TT, Peoria TT, Weston Beach Race, Straight Rhythm e o Australian Supercross na programação. Também estamos tentando convencer alguns caras comigo - não para a coisa toda, mas para uma corrida aqui e ali. Eles ainda não estão confirmados, mas há alguns grandes nomes que poderiam se juntar a mim debaixo da tenda em algumas corridas. Então, vamos deixá-los experimentar isso também e ver como eles se saem. Se eles me baterem, tudo isso é uma farsa, e eu deveria ser demitido. Eu acho que vai ser muito divertido ter outras pessoas se juntando a mim no que eu venho fazendo. 

Ryan em seis dias.

PARABÉNS POR VENCER NO INTERNATIONAL SEIS DIAS ENDURO. Obrigado. Isso foi super especial para mim. Perdi o primeiro campeonato da equipe dos EUA. Me machuquei um dia antes de sairmos naquele ano. Eu estava no time e me machuquei. Estávamos voando naquela noite quando eu caí. Então eles foram buscar um piloto substituto e venceram o campeonato. Aquele foi super ruim para mim. Então, para voltar este ano, eu sabia que tínhamos uma equipe super sólida. Eu queria fazer parte disso. Eu queria ser campeão do mundo, então fui bem discado. Fui muito sério, porque era isso que eu queria fazer. Eu acho que andei muito bem. Todo mundo correu muito bem, e nós conseguimos. 

“É APENAS DIFERENTE AGORA. Talvez venha com a idade. EU QUERIA PODER
ABRAÇEI AS RAÇAS VOLTANDO ENTÃO COMO EU FAÇO AGORA. Estou com menos medo
PERDER AGORA, O QUE REALMENTE LIBERA VOCÊ POR MUITO TEMPO - PARA NÃO
TENHA MEDO DE PERDER OU NÃO TENHA MEDO DE NÃO GANHAR. ” 

O QUE VOCÊ PENSA QUE O ESTÁ AJUDANDO E MOLHANDO AGORA COM 35 ANOS E NÃO FOCO EM UMA FORMA DE CORRIDA? Agora é diferente. Talvez isso só venha com a idade. Eu gostaria de poder ter abordado corridas naquela época, como faço agora. Tenho menos medo de perder agora, o que realmente o liberta muito tempo - não ter medo de perder ou não ter medo de não ganhar. Eu acredito que posso fazer isso agora. Antes eu pensava que poderia fazê-lo, mas agora acredito ou sei que posso fazê-lo. Há uma grande diferença em pensar que você pode e em saber que pode. Meu pai sempre dizia: “Se eles conseguem, eu também. Eu só tenho que descobrir como. E para ele, não se tratava de corrida; era sobre qualquer coisa na vida. Ele era mecânico de equipamentos agrícolas. É uma coisa muito boa de se levar pela vida. Então agora, é isso que eu tento fazer. Eu não sou bom nisso, mas se ele pode, eu provavelmente posso. Apenas deixe-me observá-lo e praticá-lo. 

Ryan enfrentou o Erzberg Rodeo, que é conhecido como a corrida off-road mais difícil do mundo.

O QUE VOCÊ PENSA QUE MUDOU MENTALMENTE? O importante é que não preciso mais mostrar a todos que sou incrível. Não que eu seja simplesmente incrível e não precise mostrar a eles, mas realmente não me importo mais. Eu costumava pensar: "Bem, isso é super superficial, mas preciso fazer isso". Mas agora, tenho menos medo do que as pessoas pensam. Eu sou mais esperto sobre isso agora. Eu costumava pensar: "Ah, ele fez isso?" E então eu a mantinha aberta, batia e me machucava. Agora eu fico tipo, “Ah, isso é apenas meio segundo. Vou inventar outro lugar. E isso tem a ver com ter uma família. Eu tenho que ganhar dinheiro agora. Não é como era quando eu era mais jovem. Agora preciso, porque tenho que pagar por coisas e tenho filhos na escola. Eu sou mais esperto agora.

 

você pode gostar também