EQUIPE MXA TESTADA: PNEU DUNLOP GEOMAX MX33 TRASEIRO

O QUE É ISSO? O pneu traseiro Dunlop Geomax MX33 é um pneu de terreno macio a intermediário, projetado para substituir o pneu Geomax MX3S. 

Quanto custa? $131.79 (100/90-19), $141.53 (110/90-19), 146.75 (120/80-19).

CONTATO? www.dunlopmotorcycletires.com ou seu revendedor local.

O QUE DESTACAR? Aqui está uma lista de coisas que se destacam com o pneu traseiro Dunlop Geomax MX33. 

Clique aqui para o MXA teste no pneu dianteiro Dunlop MX33

(1) substituição. O Dunlop MX3S dianteiro e Parte traseira do MX3 Os pneus se tornaram os pneus de corrida premium mais populares do mercado. O MX3S oferece grande versatilidade de terreno intermediário a terreno macio. O que faltava era durabilidade. A maioria dos corredores exigentes trocava durabilidade por desempenho, mas Dunlop não. O MX3S frequentemente acabava nas mãos de pilotos que não prestavam atenção ao fato de que o MX3S foi projetado para trabalhar em terrenos mais macios, e não em hardpack. Desde o início, o Dunlop MX3S foi ultrapassado. Foi originalmente chamado de MX32, mas a Dunlop teve que mudar o nome para MX3S depois que a Pirelli reclamou que o nome do Dunlop MX32 estava muito próximo do nome do Pirelli MX32. Após a mudança de nome, começaram a surgir reclamações sobre os botões laterais arrancando o pneu MX3S dianteiro. A Dunlop foi forçada a aposentar o MX3S e projetar uma nova combinação de pneus que excederia as expectativas dos consumidores. Esse pneu foi o MX33. A Dunlop queria que os usuários se sentissem confiantes de que o MX33 ofereceria características de desgaste aprimoradas, funcionaria melhor em ângulos de inclinação acentuados e não em knobs. 

(2) desempenho. O MXA A equipe de demolição adorou o pneu Dunlop MX3S / MX32. Era o nosso pneu preferido desde a sua criação em 2014. Não nos importávamos que ele arrancava botões do pneu dianteiro, porque o usamos no intermediário para sujeira macia somente onde sua vida útil era prolongada. Mas, a Dunlop largou o MX3S e o mundo do motocross mudou para o MX33. No MX33, a Dunlop acrescentou tirantes para apoiar os botões laterais e uma carcaça um pouco mais rígida para produzir uma sensação mais consistente em ângulos de inclinação acentuados. Comparado ao MX3S, o MX33 havia melhorado a aderência e não queria sair muito na saída. A sensação era bem diferente do MX3S, já que os pilotos de testes conseguiram acelerar mais e sair das curvas. 

(3) durabilidade. A traseira do Dunlop Geomax MX33 é mais durável que o MX3S, pois os botões se desgastam uniformemente e a carcaça se mantém melhor com o tempo.

O QUE É O SQUAWK? Duas queixas. (1) Percebemos que o MX33 tem uma sensação mais severa ao atingir solavancos com arestas quadradas. Abaixamos a pressão do ar para 12 psi de 12.5 psi para ajudar (corremos de 13 psi a 13.5 psi no MX3S). (2) Para pistas com arranques de concreto, a carcaça mais rígida diminui a capacidade do MX33 de se agachar para agarrar a tração. 

MXA CLASSIFICAÇÃO: É difícil ser imparcial depois de passar quatro anos adaptando-se à sensação do Dunlop MX3S anterior. Mas, com mais tempo de sela, passamos a gostar do MX33. Ele ofereceu melhor tração em ângulos inclinados, durou mais tempo e pode ser usado em uma ampla gama de terrenos.

Clique aqui para o MXA teste no pneu dianteiro Dunlop MX33

você pode gostar também