GENEBRA SUPERCROSS NOITE UM RELATÓRIO (COM FOTOS):

Por John Basher

    A noite um dos Supercross de Genebra está nos livros, e que noite foi! Mais do que apenas algumas horas cheias de corridas de Supercross, o evento de Genebra também inclui motocross freestyle, garotas dançando pompom, garotas que cuspiram fogo quente e até mesmo um cara em um Bobcat que estava fazendo cavalinhos e outros truques. As cerimônias de abertura levaram meia hora! Era uma visão e os fãs mergulhavam na energia, o que equivalia a um pedaço de noite!

    Justin Brayton, da Joe Gibbs Racing, andou sobre trilhos a noite toda. Além de uma pequena excursão fora da pista, causada por uma pedra presa na pinça do freio traseiro, Justin rodou uma noite impecável. Ele não tinha igual e, depois da prática de hoje, parece mais do mesmo vindo do tranquilo nativo de Iowa. Os fãs casuais podem não saber que Brayton acumulou uma fora de temporada notável, com vitórias na Austrália e agora na Suíça. Já cheio de confiança, Brayton parece estar chegando perto de Anaheim 1. O que mais me impressionou na pilotagem de Justin é que ele está atacando a pista com ferocidade. Brayton foi bom este ano na série AMA Supercross, mas esperamos ver um novo JB em 2011.

    O companheiro de equipe de Brayton, Davi Millsaps, estava escalado para correr neste fim de semana, mas como mencionado no relatório dos treinos de Genebra na sexta-feira, ele está lidando com um nervo comprimido doloroso. Millsaps alinhou para sua corrida de calor, mas foi forçado a parar nos boxes e encerrar a noite. Depois de optar por pular o treino desta tarde, sua equipe começou a desmontar sua bicicleta de corrida para o vôo para casa. Davi está morto esta noite. O compatriota americano Kyle Chisholm também está fora dos gramados, graças a um nervo comprimido em seu pescoço. Kyle perdeu a sensibilidade em seu braço várias vezes na noite passada, fazendo com que sua mão voasse para fora das barras. Isso não é uma coisa tão boa no Supercross.

    Não sei exatamente quem é Cedric Soubeyras, além de um francês que se deu bem em Bercy. O que eu sei é que ele é uma ameaça legítima no Supercross europeu. Ele parece ser um garoto legal que não tem medo. O que aquece meu coração é que Soubeyras está competindo em uma KTM 250 dois tempos. Ouvir o som rat-tat-tat de um banger rodopiando ao redor da pista é música para meus ouvidos. Cedric ficou em segundo na noite passada e tem uma chance de levar a coroa esta noite, mas sua velocidade não está no mesmo nível de Justin Brayton.

    Gregory Aranda, outro francês rápido, completou o pódio. É flagrantemente óbvio que os franceses sabem pilotar o Supercross. A história provou que essa afirmação é verdadeira, e Aranda e Soubeyras estão apoiando isso. Outros pilotos franceses rápidos são Angelo Pellegrini, Cyrille Coulon e Alexandre Rouis.

    O que mais me surpreendeu no Supercross de Genebra não foram as corridas, os truques de freestyle ou mesmo as garotas de pom-pom, mas sim como os fãs europeus são maníacos. Eu percebi que os fãs americanos do Supercross são absolutamente patéticos quando se trata de comemorar. O barulho dentro do estádio de Genebra era ensurdecedor e a energia contagiante. Por cinco minutos, hordas de espectadores se juntaram para fazer a onda. Em meio a um mar de mãos e papéis voando de programas rasgados, havia rostos joviais que demonstravam apreço pelo evento. Quando foi a última vez que esse entusiasmo foi exibido em um Supercross dos EUA?

    Só posso esperar que o evento desta noite seja mais espetacular do que ontem à noite. Por quê? É sábado à noite em Genebra e um rei será coroado!

Resultados de sexta-feira:
1. Justin Brayton ... EUA
2. Cedric Soubeyras… França
3. Gregory Aranda ... França
4. Fabien Izoird ... França
5. Arnaud Tonus… Suíça
6. Angelo Pellegrini… França
7. Cyrile Coulon ... França
8. Davide Degli Esposti… Itália
9. Alexandre Rouis… França
10. Christophe Martin… França
11. Vince Friese ... EUA
12. Cedric Mannevy ... França
13. Mike Brown ... EUA
14. Loic Rombaut… França
15. Khounsith Vongsana ... França
16. Josse Sallefranque… França
17. Thomas Ramette ... França
18. Kyle Chisholm ... EUA


O Supercross de Genebra é mais um espetáculo do que um show. O evento foi esgotado ontem à noite e todos os fãs são apaixonados pelas corridas.


Sem que eu soubesse, o Geneva Supercross é famoso por seus dançarinos de pom-pom. As mulheres estavam em sincronia a maior parte do tempo e saíam periodicamente para dançar pela pista.


O promotor de Genebra trouxe Ronnie Lechien, Guy Cooper e David Vuillemin para homenagear os vencedores anteriores do Supercross de Genebra. E quanto ao cara da esquerda nesta foto? Não posso dizer quem ele é, já que não aprimorei meu francês desde o colégio e não conseguia entender o locutor. Foi mal.


A partir da esquerda - Justin Brayton, Davi Millsaps, Mike Brown, Kyle Chisholm, Gregory Aranda, Cedric Soubeyras e Arnaud Tonus são reconhecidos durante as cerimônias de abertura.


Outra tradição do Supercross de Genebra, o motorista de dublê da Cat foi impressionante.


Foi uma viagem difícil para Davi Millsaps. O novo recruta JGR não conseguiu terminar a noite devido a um nervo comprimido nas costas. Ele diz que estará pronto em Anaheim 1. Para uma entrevista completa com Millsaps, certifique-se de verificar o próximo Relatório do Meio da Semana na quarta-feira. Ele tem coisas muito interessantes a dizer.


Mike Brown não é um estranho ao Supercross de Genebra, mas ontem marcou a primeira vez que ele pilotou uma KTM 350SXF. Ele lutou com as configurações, mas conseguiu chegar ao principal.


Cedric Soubeyras é um líder no Supercross europeu. O piloto de dois tempos tem grande estilo e não tem medo de confundir com Justin Brayton e outros americanos.


Sem querer azarar Justin Brayton do JGR, mas ele provou aqui em Genebra que merece vencer as duas noites. Ele ganhou suas corridas de calor e a principal na noite passada. Ele pode fazer isso de novo? Acho que sim.


Gregory Aranda, da França, é um piloto divertido de assistir. Ele parece muito calculado em torno da pista - uma característica que muitos pilotos franceses têm.


Vince Friese, da Moto Concepts, caiu na luta principal, mas ainda assim se saiu bem. Friese terminou em 11º.


O piloto do Freestyle Mat Rebeaud mora a uma hora de Genebra. Os sinais não mentem, porque os fiéis da cidade amam Rebeaud.


18 pilotos qualificados para o evento principal. A sequência de partida é curta e tem um menor na metade. Fabien Izoird (871 em uma Suzuki) acertou em cheio.


David Vuillemin é o novo gerente de equipe da Moto Concepts. Ele não tem medo de sujar as mãos, isso é certo. Quando soube que Kyle Chisholm não estava competindo no sábado, DV ajudou a derrubar a moto de Kyle.


Mike Brown contempla.


O pódio tinha todos os ingredientes de um filme? estrelas, brilho, mulheres que respiram fogo e confetes.


MXA deseja lhe desejar férias “Olá” da Suíça. Sim, até os bonecos de neve podem usar capacetes laranja.

você pode gostar também