RELATÓRIO DE SEMANA DA AÇÃO MOTOCROSS

PROJETO DE DOIS CURSOS: JAMES HICKS 2016 TC250

2016 TC250“Este é o meu TC2016 de 250. Depois de vários anos em quatro tempos, eu não tinha a mesma paixão por andar. Suponho que estava sentindo falta da nostalgia de como era andar de bicicleta em meus dois anos.

Aos 44 anos, não precisei de uma construção radical, então é principalmente de estoque. Caleb Atkins fez uma revisão completa / reconstrução com Rodados Tusk, um peso do volante, todos os rolamentos novos e renovou o motor.

2016 TC250Um dos aspectos mais exclusivos da moto são os gráficos personalizados feitos pela CORMoto, que parecem originais, mas são cromados em azul. Não vi nada parecido na pista. E ei, é bom pelo menos olhar rápido nos poços! ” –Jim Hicks Charlotte, NC.

Nota do Editor: Por favor, mantenha os envios chegando. Se você deseja que sua bicicleta seja destaque no "Foco de dois tempos", envie um email para [email protegido]. Tudo o que peço é que você dê uma avaria da sua bicicleta e uma descrição detalhada da construção. Envie também algumas fotos do seu corcel. Ao enviar sua bicicleta para o “Two-Stroke Spotlight”, você concorda em liberar todos os direitos de propriedade das imagens e cópia para o MXA.

MAIS DE BARES | GUIDÃO PHOENIX

MOTO TRIVIA

Jeff Emig
Nome do piloto.
Responda na parte inferior da página.

MXA EXCLUSIVE | RYAN DUNGEY | VIDA APÓS CORRIDA

ELES DISSERAM | RODADA 3 SX EM HOUSTON 

Malcolm Stewart_2021 Houston Supercross 3-0854
Malcolm Stewart:
“Eu acho que eu diria que H3 não foi ruim, na verdade. Ao longo do dia, não tivemos a melhor qualificação, mas os tempos por volta estiveram ali com os caras da frente. Para nós, era mais sobre andar de forma inteligente e escolher as linhas certas. Lutei um pouco na prática, mas no Heat, realmente rodei muito bem. Eu apenas tentei manter essa mesma mentalidade no Main Event. Eu tinha Eli (Tomac) ali, mas cometi alguns erros. Terminamos em sexto e AP (Aaron Plessinger) estava logo atrás de mim. Então tiro o chapéu para ele. Ele cavalgou excelente. Sinto que fizemos muitas melhorias com a moto e estamos a colocá-la na direcção certa. Estou muito animado para Indy. Vai ser uma pista completamente diferente, com terra e tudo mais. Estou realmente ansioso por isso e para ver no que vai dar. Mas, por enquanto, vou para casa assistir um pouco de futebol, tirar alguns dias de folga e me preparar para a semana. ”

Aaron Plessinger: “Acho que foi um dia melhor do que no geral Houston 2. Começou bem. Eu me qualifiquei em 10º e, em seguida, na corrida de calor, fiz uma boa largada. Eu fui ultrapassado pelo (Jason) Anderson e meio que fiquei preso aí. Não fui para a frente até a última volta e já era tarde demais. A pista estava muito, muito pegajosa para ir para o Main. Tive uma ótima largada em quarto até que alguns caras me pegaram e eu recuei um pouco. Estive me sentindo bem durante toda a corrida, mas no meio, meio que apertei um pouco. Acho que só preciso continuar carregando. No geral, foi um bom dia e estou feliz com isso. Continuaremos avançando. A próxima corrida é Indy, uma corrida de cidade natal para mim. Nós vamos trazer o calor. ”

Dylan Ferrandis: “Foi uma pista difícil. Nada muito louco, mas era difícil fazer tudo certo e não errar. Lutámos um pouco com a moto e hoje tentámos algumas afinações diferentes. Queríamos dar uma chance e tentar algumas coisas, mas não funcionou. Voltámos ao que tínhamos na última corrida, mas não me senti bem com a moto hoje. Estava um pouco cansado das duas últimas corridas com a falta de treino neste inverno. Foi um dia difícil. No Main, fiz o que pude para terminar entre os 10 primeiros, mas caí sozinho no final da corrida e perdi algumas posições. Não foi um bom dia de corrida para mim. Vamos tentar recuperar na próxima corrida. ”

Cooper Webb: “Foi uma corrida acirrada o tempo todo e Kenny [Roczen] fez uma corrida sólida sem muitos erros. A pista era realmente complicada, fácil de ultrapassar e ficar impaciente. Os lappers lá no final foram uma chatice, senti que íamos ter uma batalha muito boa, e obviamente tivemos, mas os lappers foram muito duros esta noite. Eu agarrei lá e pulei na última volta e fiz acontecer. Eu realmente tenho que desistir para minha equipe, eles são incríveis. ”

 

Marvin Musquin: "Comecei não muito bem com a corrida de calor, estava em uma posição decente, mas Malcom Stewart ultrapassou o final dos gritos, me bloqueou e eu caí. Voltei para 8º, o que foi decente para a corrida de Heat, não queria ir para a LCQ. No geral, eu estava do lado de fora e não consegui uma boa largada e não consegui fechar os caras da minha direita. Passei muito rápido por cima do muro e bati em Friese, não sei o que aconteceu, mas depois disso fui o último morto. Tentei o meu melhor para compensar o máximo de pontos possível. Estou muito decepcionado, mas pronto para uma semana de trabalho e para voltar mais forte. ”

 


max
Vohland: “Esta noite foi ótima! A corrida de calor foi fantástica, comecei muito bem e consegui sair na frente cedo e liderar a maioria das voltas. Eu me senti muito confortável andando na frente. No principal, tive outra boa largada e cheguei em terceiro cedo e estava segurando aqueles caras, mas entrei em um encontro com outro cara e acabei quebrando uma mola no meu shifter. Eu não podia mudar e deixei que isso me afetasse um pouco, mas ainda fui capaz de voltar e ficar em sexto, então no geral foi uma noite incrível. Aprendi muito e estou ansioso para entrar na Indy. ”

Ken Roczen: “Tivemos uma noite bastante sólida, vencendo a corrida de calor e conseguindo uma boa largada no evento principal. Passamos por Cooper [Webb] e eu estava na frente até a última volta, quando [Dean] Wilson entrou no meu caminho e estava à minha frente por três quartos de volta. Eu estava gritando e gritando. Ele disse que não me ouviu, mas obviamente havia bandeiras azuis ao redor. Eu bati com a parte de trás do volante e quase caí - muita loucura acontecendo. Passei por ele, mas naquele momento era o fim da corrida. Ficamos em segundo lugar, embora devêssemos ter vencido. Muitos pontos positivos para tirar aqui, porém, com a placa vermelha e um segundo lugar. Não é ideal, mas estou ansioso por Indy. ”


Jett Lawrence:
“O dia não foi ruim. Eu me qualifiquei forte; Estava um pouco dolorido depois da queda na última sessão de qualificação, mas senti-me bem na corrida de calor e sabia que tinha de melhorar no evento principal. Infelizmente, eu errei no início e tive que abrir caminho através do pelotão, e quando cheguei em terceiro, os líderes haviam partido. Estou feliz por salvar um pódio, mas somos muito melhores do que isso. Estou ansioso por Indy, para voltar ao topo e começar a quebrar esses seis pontos. ”

John Short: “As faixas de ritmo eram um pouco mais altas, tinham bolsões mais fundos e ficavam mais vazias. Foi a primeira faixa do ano que teve tempo para se perder nos ritmos se não acertasse em cheio. Normalmente, meus tempos entre quando a faixa está áspera e suave são quase os mesmos, então, quando a faixa quebra, sinto que ela me dá uma mão. ” Mas conseguir uma mudança no final da temporada para correr com a série 250 Leste, que começou mais cedo, deixou Short um pouco para trás com seus objetivos de treinamento, “Eu tinha outro piloto bem à minha frente para o principal esta noite. Passei por ele uma vez e cometi um erro antes de fechar o negócio. Nos últimos seis minutos, pensei: 'Basta dar duas voltas rápidas e você passará por ele e continuará avançando', mas tive que dizer a mim mesmo: 'Ei, seja inteligente, continue sobre duas rodas, você está cansado. Sei que à medida que meu condicionamento melhora um pouco, posso me sair muito bem ”.

Brandon Hartranft: “A pista me serviu muito melhor hoje, estava a rodar muito bem na corrida de calor. Acho que estava em sexto ou sétimo quando caí no whoops e depois fui atingido por outro piloto. Então eu tive que ir para a LCQ com a última escolha de portão e tive um péssimo começo na LCQ; Eu estava em XNUMXº na primeira volta, então não havia muito que pudesse realmente fazer. Eu só tenho que tirar os aspectos positivos da noite e construir para o próximo fim de semana. ”

Adam Enticknap: “A pista da terceira rodada de Houston foi definitivamente mais técnica. Tive uma queda de tamanho decente no whoops hoje à noite na primeira qualificatória, e isso me abalou um pouco. Mas voltei e terminei em segundo. Na LCQ, tive uma largada decente e tive algumas complicações na primeira curva, mas não consegui. Estou ansioso por Indianápolis e ansioso por outra rodada, mas há definitivamente algumas coisas que preciso trabalhar nesta semana e colocar meu Twisted Tea Suzuki no evento principal. ”


Colt Nichols:
“Parecia mais um dia na pista de testes da Yamaha na Califórnia comigo e Christian apenas dando voltas. Tive um bom começo. Tenho lutado com meus começos o dia todo, então estou feliz por termos mudado isso. Eu realmente tentei ser paciente. Eu sabia onde ele estava um pouco mais rápido, então tentei pegar algumas linhas. Foi ótimo finalmente conseguir uma vitória. Já faz um tempo, então vou absorver isso. É incrível ter a placa vermelha, eu e Christian iremos compartilhar, então isso é legal para o time. Estou ansioso por Indy e pronto para manter o ritmo. ”

Christian Craig: “Houston 3 correu muito bem. Eu me qualifiquei mais rápido novamente, o que foi ótimo. No Heat, não sei como, mas estava na terceira marcha, então tive uma péssima largada. Eu trabalhei meu caminho desde quase o último para vencê-lo. No Main, liderei a maioria das voltas, mas Colt estava certo em mim o tempo todo. Ele acabou me levando a algumas voltas do fim. Fiquei chateado, mas nada posso fazer agora, a não ser aprender com meus erros e continuar tentando melhorar. ”


Jo Shimoda:
“Minha largada na luta principal foi melhor do que nas duas primeiras rodadas, mas eu deveria ter tomado algumas decisões melhores nas duas primeiras curvas porque me custou algumas vagas. Senti-me muito melhor esta corrida desde o início, mas não conseguia ficar confortável com os gritos e estava a causar uma pequena bomba no braço. Exige muita energia de você, então isso será algo que preciso consertar para a próxima corrida. ”

Justin Barcia: "Me senti bem indo para o Evento Principal. A pista estava muito difícil e batida e saí da linha um pouco tarde e não tirei o melhor da largada, mas trabalhei até ficar em quarto lugar. Fiquei atrás de terceiro e cometi um erro na areia e caí. No geral, eu deveria estar no pódio, mas vamos nos reagrupar e estar prontos para a Indy. Estamos em uma boa posição, a moto está ótima, estou me sentindo bem e a velocidade com certeza está lá, eu só preciso mantê-la nas duas rodas, acertar nas largadas e me colocar em uma boa posição para lutar . ”

Michael Mosiman: "Fiquei um pouco desligado o dia todo, mas trouxe tudo junto para o show noturno. Na corrida de calor fiquei muito frustrado; Eu sinto que Jett meio que se afastou de mim. Cometi alguns pequenos erros, mas acho que tive a velocidade. No Main Event, fiz alguns ajustes, comecei melhor e então veio o caos. Eu estava em terceiro e as coisas pareciam boas, entrei em um trânsito complicado e Jett me alcançou e me atropelou. Há sangue na água e vai ser uma temporada emocionante. ”

Jason Anderson: “Minha noite foi muito boa. Eu acabei ficando entre os 10 primeiros e sinto que estou voltando, apenas tentando melhorar a partir daqui. ”

Zach Osborne: “Honestamente, minha noite foi bastante decepcionante. Sinto que estou a rodar o melhor que alguma vez fiz na minha vida - e na minha carreira de 450 - e começar com dois décimos lugares e um nono é um pouco decepcionante. Vou melhorar esta semana e ser melhor na Indy. ”

Dean Wilson: “Minha noite foi boa. Não tive uma boa largada, realmente forcei a primeira curva tentando chegar lá, mas todo mundo é muito bom nas largadas. Eu estava fora dos 15 primeiros e voltei para o 11º, o que não é realmente o que queremos, mas continuaremos pressionando para sermos melhores. ”

MXA EXCLUSIVO ANTES DO OPENER DE TEMPORADA

RETORNO À ÚLTIMA VITÓRIA DE MXDN DOS EUA EM 2010 EM LAKEWOOD, CO

A equipe dos EUA foi Andrew Short, Ryan Dungey e Trey Canard. Andrew mostrou holeshoting um dos motos em seu estado natal, Colorado. 

Ken Roczen 2010 mxdn lakewood_-7
Ken Roczen antes de ser americanizado. 

Dean Wilson 2010 mxdn lakewood_-12Dean Wilson correu pela equipe da Grã-Bretanha. 

Trey Canard 2010 mxdn lakewood_-5A primeira e única vitória de MXDN de Trey Canard. 

Martin Davalos 2010 mxdn lakewood_-8
Martin Davalos correu pela Equipe Equador. 

Tony Cairoli 2010 mxdn lakewood_-4
O italiano Tony Cairoli.

Ryan Dungey saiu do portão. 

Marvin Musquin 2010 mxdn lakewood_
Marvin Musquin no Team France.

Zach Osborne 2010 mxdn lakewood_-11Zach Osborne entrou no MXDN competindo pela Team Puerto Rico.

Arnaud Tonus 2010 mxdn lakewood_-14Arnaud Tonus.

Andrew Short 2010 mxdn lakewood_-16
Andrew Short. 

Gautier Paulin 2010 mxdn lakewood_-10Gautier Paulin.

Ryan Dungey 2010 mxdn lakewood_-13
Ryan Dungey.


Resposta do Moto Trivia: Jeff Emig

você pode gostar também