RELATÓRIO DE SEMANA DA AÇÃO MOTOCROSS

#WHIPITWEDNESDAY

Dean Wilson

Cavaleiro: Dean Wilson
Bicicleta: 2012 Pro Circuit KX250F
Localização: Anaheim
Evento: Anaheim Supercross
Fotógrafo: MXA Archive

MXA DIZ A VOCÊ TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O 2022 CRF250

DUBYA EDGE RODAS COMPLETAS

  • Cubos de alumínio forjado de borda nas cores de fábrica
  • Construído com aros Dubya by Excel (21 "Frente / 19" ou 18 "Traseiro)
  • Construído com raios de aço inoxidável Bulldog e bicos de aço niquelado

  • Montado e testado profissionalmente na Dubya USA em Orange, Califórnia
  • Disponível para motocicletas Honda, Kawasaki, KTM, Husqvarna e Yamaha selecionadas
  • Jogo de roda de ponto de preço ($ 639.95)
  • Vendido como conjuntos de rodas completos

Edge Wheels estão disponíveis para compra em dubyausa.com; ou seu distribuidor local.

PROJETO DE DOIS CURSOS: YAMAHA YZ1998 DE PAUL HOEY 250

“Acabei de completar minha réplica de Noleen de 1998cc de YZ250 Ohlins de 360. Esta bicicleta foi uma sobrevivente original usada e abusada. Eu restaurei e recondicionei completamente quase todas as partes desta moto, incluindo um kit de ponta de Ohlins 360cc com equipe de corrida NOS Noleen, plásticos de OVNI, gráficos da equipe de corrida Noleen original do Throttle Jockey e capa do assento, tanque de combustível de liga de GP, choque Ohlins, suspensão Krooztune de fábrica KYB partes internas do garfo, peças de fibra de carbono Lightspeed, tubo de escape de grande volume Dynoport USA 360cc e silenciador de fibra de carbono. Jantes Excel A60, cubos Talon, rodas dentadas Renthal, corrente e guiador. Punhos SCAR, pinças triplas Applied Racing e pneus Pirelli MX32 Pro. Foi muito divertido construir esta moto e mal posso esperar para correr com ela. -Paul Hoey da Austrália

NOTA DO EDITOR: Por favor, mantenha os envios chegando. Se você deseja que sua bicicleta seja destaque no "Foco de dois tempos", envie um email para [email protegido]. Tudo o que peço é que você dê uma avaria na sua bicicleta e uma descrição detalhada da construção. Envie também algumas fotos do seu cavalo. Ao enviar sua bicicleta para o "Foco de dois tempos", você concorda em liberar todos os direitos de propriedade das imagens e copiar para a MXA.

MXA MOTO TRIVIA

Jason Anderson 2011Nome do piloto e ano. Resposta na parte inferior da página.

ENTREVISTA MXA | MAX VOHLAND

Quando a Red Bull KTM anunciou sua equipe 2021, muitos foram pegos de surpresa. A KTM não estava apenas trazendo seu programa 250 de volta para dentro, mas também o estava fazendo com um novato para as fileiras profissionais. Claro, este não era um novato comum, era Maximus Vohland, filho da ex-lenda do motocross Tallon Vohland. Começar em 2021 com as corridas de Supercross não era originalmente a intenção do pai e do filho, mas com GasGas chegando a bordo, uma vaga chegou na KTM, e Maximus aproveitou a oportunidade para concordar com um contrato de três anos. Recentemente, conversamos com Max sobre seu verão de motocross ao ar livre, onde ele está atualmente em décimo terceiro em pontos.

JIM KIMBALL

MAX, ANTES DE ENTRAREMOS NA CORRIDA RECENTE, VAMOS FALAR SOBRE PALA RACEWAY NATIONAL. EM SEUS PRIMEIROS MOTOCROSS PRO VOCÊ LEVOU MUITA MOTO 1. Sim, foi uma loucura. Tive alguns problemas com a moto no início do dia e perdi o primeiro treino. Acabei apenas tentando aprender a pista no segundo treino. Eles regaram demais e ficou com uma linha. Não fui o melhor na qualificação, mas tive muita sorte na escolha de um portão. Eu fiz um holeshot matador e quando eu estava na frente, eu disse “ok, vamos ver por quanto tempo eu posso liderar”, e eu estava contando as três primeiras voltas. Depois das três primeiras voltas, eu me senti "bem, vou liderar essa coisa por um tempo". Eu estava lá fora correndo na frente e me sentia bem na frente. Eu estava confortável, não estava nervoso e não cometia muitos erros até que, infelizmente, a moto acabou batendo em mim, mas foi uma ótima moto, e eu fiquei muito feliz com isso.

ISTO PODERIA SER DEBATIDO TODO O ANO, MAS VOCÊ PODE TER GANHADO ESSE MOTO? Sempre há uma chance que eu poderia ter. Foram duas voltas e a moto começou a desacelerar antes que Jeremy Martin me pegasse. Era difícil e quase interrompido nos saltos, então eu também estava tomando um pouco de cautela. Eu poderia ter visto uma possível vitória ou um segundo garantido com certeza.

VOCÊ TEVE UM LONGO CAMINHO DE VOLTA PARA OS PITS DEPOIS QUE SUA BICICLETA MORREU, MAS OS FÃS ESTÃO ENGANANDO VOCÊ, E VOCÊ NÃO PARECEU LOUCO SOBRE O QUE ACONTECEU. Talvez seja porque sou jovem e, para ser sincero, foi a minha primeira moto. Eu estava liderando e estava feliz por estar na frente e correr aquele ritmo. Muitos desses caras competem há muitos anos. Uma vitória não vem fácil e todos sabem disso. Eu pude ver que talvez eu pudesse vencer. Então, eu estava feliz e não me sentia realmente bravo com isso. Eu só pensei “bem, aconteceu, vamos tentar fazer outra boa largada para a segunda bateria e tentar fazer de novo”.

OBVIAMENTE, VOCÊ ESTÁ BUMMED, FRUSTRADO, DESAPONTADO, MAS NO LADO FLIP, A GRANDE PEGADA É QUE VOCÊ PODE GANHAR UMA CORRIDA.  Eu também acho. Não tenho dúvidas de que não posso vir aqui a nenhum Nacional e fazer a mesma coisa de novo. Uma largada ajuda muito, então pegue um holeshot e corra na frente - tudo é possível.

MAIS UM ASPECTO DO PALA FOI QUE, POR SER SUA PRIMEIRA CORRIDA PRO, VOCÊ TINHA QUE SE USAR PARA UM FORMATO COMPLETAMENTE NOVO. Oh sim, absolutamente. Eu corri na frente antes, quando estava competindo com amadores, mas não é nada como um Pro National. Você deve fazer isso por 35 minutos e toda a rotina é diferente. Você deve tentar aprender todas as rotinas daquele dia e até estava longe de ser um Nacional típico porque tinha tanta coisa acontecendo fora da moto. Era diferente, mas assim que saí da frente, me senti em casa.

EM LAKEWOOD, VOCÊ TINHA ENVENENAMENTO ALIMENTAR, AINDA ESTÁ PREPARADO PARA A CORRIDA. Sim, foi uma corrida zero. Infelizmente, fiquei doente, vomitei e não consegui dormir. Indo para Lakewood, eu não dormi, nem comida e estava simplesmente morto. Eu estava apenas tentando sobreviver. Eu mal conseguia segurar a bicicleta às vezes. Nós riscamos aquele e simplesmente o deixamos para trás. Pegamos High Point como nosso segundo turno.

FALANDO DE MILLVILLE, REDBUD E SOUTHWICK, COMO VOCÊ ENCONTROU AS PISTAS? SENDO QUE VOCÊ É DA CALIFÓRNIA, EU IMAGINARIA QUE AS VIAS PARA O LESTE SÃO MUITO DIFERENTES. Eles eram diferentes com toda a elevação que tinham lá. Você estava em uma subida, descida ou curvatura. Então, eles eram um pouco diferentes, mas eu pedalei em muitos lugares, de amadores até a Europa, então, eu molhei os pés em praticamente qualquer coisa em que você pudesse andar de bicicleta da sujeira de duas rodas.

VOCÊ DEFINITIVAMENTE NÃO SENTE QUE SER DA COSTA OESTE É UMA DESVANTAGEM? Não, eu gosto mais da sujeira mais macia. Gosto de pistas onde preciso passar o pneu de areia. Eu amo esse pneu. Sempre gostei de areia profunda ou argila profunda com alguns sulcos suaves e agradáveis. Eu também me saí muito bem no hard pack, mas sempre gostei mais do soft.

MUITO TREM DO GRUPO KTM NA FLÓRIDA. COM SEU PAI, SENDO QUEM É E PODER AJUDAR, HÁ BENEFÍCIO EM FICAR NA CALIFÓRNIA? No momento, somos apenas eu e meu pai fazendo nosso programa. Claro, meu pai correu a vida inteira e também esteve em todos os lugares, então acho que essa é minha maior vantagem. Ele tem toda a experiência para que possamos pular muitas coisas porque ele já fez isso, então não cometemos esse erro duas vezes. Neste primeiro ano, queríamos ficar perto (na Califórnia), e a equipe também. Eles queriam que ficássemos perto para que pudéssemos fazer muitos testes e descobrir a moto. É também o primeiro ano deles tendo uma equipe de 250 unidades em um certo tempo. Talvez no próximo ano possamos voltar para a Flórida e fazer algum treinamento. Depois dessas duas próximas rodadas, vamos lá, molhar os pés e dar uma olhada. No ano que vem, nunca se sabe, posso estar lá em tempo integral.

MOTOCROSS MUDOU DESDE A ERA DO SEU PAI, MAS MUITO AINDA É RELEVANTE. Com certeza, ele me treinou durante toda a minha vida. Ele e meu tio Tyson correram para todos os lugares e fizeram praticamente tudo no esporte. Ele tem muito conhecimento de certas pistas, certas configurações de motos e principalmente de treinamento. Ele treinou muito quando andava nos últimos anos e sabe trabalhar muito. Ele me ensinou tudo o que sei e me trouxe até aqui.

Max Vohland Tallon Vohland_2021 RED BULL KTM INTRO

VOCÊ É A ÚNICA FÁBRICA KTM 250 RIDER. COMO É ISSO? CRIA MAIS PRESSÃO? Não, não é verdade. A equipe não está me pressionando para obter resultados neste primeiro ano. Eles só querem ver melhorias. Claro, eles não me querem de volta ao 20º lugar, mas até agora, eu estive praticamente entre os dez primeiros em quase todas as motos. Não sinto nenhuma pressão extra. Não sinto que não deva estar na equipa. Eu sinto que pertenço aqui. Eles me dão as boas-vindas e fico feliz por eles me darem esta oportunidade.

VOCÊ TEM MUITAS OPORTUNIDADES DE PASSEIO COM O COOPER WEBB OU O MARVIN MUSQUIN? No início da preparação ao ar livre, depois que o Supercross acabou, todos estavam na Costa Oeste. Então, peguei uma carona com Coop por algumas semanas. Ele me colocou na frente dele e tentava me perseguir, então isso era legal.

VOCÊ TIVE ESSE LESÃO NO QUADRIL DURANTE A SUPERCROSS, MAS SUAS CORRIDAS FORAM BEM CREDÍVEIS. VOCÊ ESTÁ SATISFEITO COM O SUPERCROSS? Sim, considerando que não recebi tanta preparação quanto gostaria. Ir direto para o Supercross em vez de passar um ano ao ar livre primeiro foi muito difícil. Quase sempre, quando novatos fazem isso, eles se machucam. Claro, eu estava alinhado com todos os outros com minha lesão no quadril, mas não foi tão ruim. Foi bom molhar os pés para a corrida, e isso nos deu algum tempo extra para nos prepararmos para o ar livre.

VOCÊ É O TIPO DE PESSOA QUE ESSAS OBJETIVOS ESPECÍFICOS DO SET? E SE VOCÊ TEM, VOCÊ ESTÁ ENCONTRANDO COM ELES? A equipe nos deu uma ideia de onde eles queriam que estivéssemos, mas, claro, eu sempre quero estar à frente, especialmente ao ar livre. Tenho cavalgado ao ar livre minha vida inteira, então sei que posso me sair bem e quero me sair bem. Claro, todos querem ganhar e todos querem os três primeiros, mas, realisticamente, os cinco primeiros são um ótimo fim de semana para mim, e os dez primeiros ainda são bons. Portanto, os cinco primeiros e melhores é onde eu defino minha meta todas as semanas.

TESTADO | 2022 HUSKY TC125 DOIS TEMPOS

PERDIDO MAS NÃO ESQUECIDO | 1999 KAWASAKI KX500

1999 KAWASAKI KX500

CONVERSE O MOTO COM MOTO POVOS MENTADOS. JUNTE-SE AO CHAT DO GRUPO FACEBOOK DO MXA

Adoramos tudo moto e queremos reunir todos os viciados em moto em um só lugar para compartilhar seus dois centavos, idéias, fotos, correções de bicicleta, problemas de bicicleta e muito mais. Para fazer o check-out primeiro, você precisa ou já tem uma conta no Facebook. Caso contrário, não dá muito trabalho e você pode até ter um apelido para que ninguém saiba que é você. Para participar, clique em AQUI. Depois que você solicitar a inscrição, aceitaremos sua solicitação logo após.

COMBINAR MX SPORT SCOUTING MOTO

Comunicado de imprensa: MX Sports Pro Racing anunciou uma iniciativa significativa para promover o desenvolvimento contínuo da próxima geração de talentos no motocross americano. O MX Sports Pro Racing Scouting Moto Combine servirá como uma ferramenta crítica na preparação de pilotos para a transição do nível amador para o profissional do esporte, tanto no Campeonato de Motocross Lucas Oil Pro e AMA Supercross.

Desenvolvido em parceria com todos os fabricantes concorrentes do esporte, o programa estreia em conjunto com o 2021 Lucas Oil Pro Motocross Championship, com uma reunião da região Leste no Ironman National de Taxa Garantida na sexta-feira, 27 de agosto, e uma reunião da região Oeste no Fox Raceway II National na sexta-feira, 3 de setembro.

Um total de 50 pilotos de elite das classes A e B, 25 por região, serão convidados pelo gerente da equipe de corrida amadora de cada fabricante, onde uma combinação durante todo o dia de educação de corrida estilo sala de aula ajudará a fornecer uma estrutura para as expectativas e demandas do nível profissional do esporte. Os elementos da combinação são amplos e enfatizam alguns dos aspectos mais importantes do esporte - competição, mídia, preparação física e nutrição. Figuras-chave dessas áreas, desde treinadores vencedores de campeonatos nacionais e mundiais até o apresentador da transmissão do Pro Motocross, Jason Weigandt, conduzirão as várias sessões em sala de aula.

“Como as demandas de nossos atletas continuam a crescer em conjunto com a expansão contínua do esporte, tornou-se cada vez mais importante preencher a lacuna entre os níveis amador e profissional”, disse Tim Cotter, Diretor de Eventos MX Sports Pro Racing. “A colheitadeira de olheiros é um conceito comprovado nos principais esportes coletivos e, dado o nível de investimento que cada um de nossos fabricantes concorrentes tem em motocross amador, é de vital importância que façamos nossa parte como organizadores competitivos para desenvolver uma estrutura que sirva para beneficiar nossos esporte e, mais importante, nossos atletas. Esta é sem dúvida a transição mais crítica na carreira de qualquer concorrente e estamos empenhados em fazer a nossa parte para dar a eles o suporte de que precisam ”.

Além do componente educacional da colheitadeira, os pilotos também irão para a pista em cada um dos respectivos Nacionais. Duas corridas de 25 minutos mais duas voltas serão disputadas no mesmo layout que os profissionais em Ironman Raceway e Fox Raceway, proporcionando uma oportunidade de avaliar o potencial desta coleção de pilotos que desejam embarcar em uma carreira a nível profissional. Esses pilotos também serão homenageados com uma volta de desfile cerimonial durante as cerimônias de abertura de cada evento, juntamente com dois programas de destaque de meia hora na MAVTV Motorsports Network.

Os participantes convidados para o MX Sports Pro Racing Scouting Moto Combine serão anunciados nas próximas semanas.

SEASON-ENDING CRASH PARA FREDDIE NOREN?

JUNTE-SE À PÁGINA DO FLIPBOARD DA MXA

FlipboardSe você usa o Flipboard, certifique-se de assinar a página Motocross Action para obter todas as atualizações em nosso site. Clique AQUI para verificar a página.

FOTO CLÁSSICA MXA

2011 daytona start Daytona Supercross 2011 começa com Kevin Windham (14), Ryan Dungey (1) e Ryan Villopoto.


Resposta do Moto Trivia: Jason Anderson em seu ano de estreia em 2011

PERDIDO MAS NÃO ESQUECIDO | 1999 KAWASAKI KX500

1999 KAWASAKI KX500

CONVERSE O MOTO COM MOTO POVOS MENTADOS. JUNTE-SE AO CHAT DO GRUPO FACEBOOK DO MXA

Adoramos tudo moto e queremos reunir todos os viciados em moto em um só lugar para compartilhar seus dois centavos, idéias, fotos, correções de bicicleta, problemas de bicicleta e muito mais. Para fazer o check-out primeiro, você precisa ou já tem uma conta no Facebook. Caso contrário, não dá muito trabalho e você pode até ter um apelido para que ninguém saiba que é você. Para participar, clique em AQUI. Depois que você solicitar a inscrição, aceitaremos sua solicitação logo após.

COMBINAR MX SPORT SCOUTING MOTO

Comunicado de imprensa: MX Sports Pro Racing anunciou uma iniciativa significativa para promover o desenvolvimento contínuo da próxima geração de talentos no motocross americano. O MX Sports Pro Racing Scouting Moto Combine servirá como uma ferramenta crítica na preparação de pilotos para a transição do nível amador para o profissional do esporte, tanto no Campeonato de Motocross Lucas Oil Pro e AMA Supercross.

Desenvolvido em parceria com todos os fabricantes concorrentes do esporte, o programa estreia em conjunto com o 2021 Lucas Oil Pro Motocross Championship, com uma reunião da região Leste no Ironman National de Taxa Garantida na sexta-feira, 27 de agosto, e uma reunião da região Oeste no Fox Raceway II National na sexta-feira, 3 de setembro.

Um total de 50 pilotos de elite das classes A e B, 25 por região, serão convidados pelo gerente da equipe de corrida amadora de cada fabricante, onde uma combinação durante todo o dia de educação de corrida estilo sala de aula ajudará a fornecer uma estrutura para as expectativas e demandas do nível profissional do esporte. Os elementos da combinação são amplos e enfatizam alguns dos aspectos mais importantes do esporte - competição, mídia, preparação física e nutrição. Figuras-chave dessas áreas, desde treinadores vencedores de campeonatos nacionais e mundiais até o apresentador da transmissão do Pro Motocross, Jason Weigandt, conduzirão as várias sessões em sala de aula.

“Como as demandas de nossos atletas continuam a crescer em conjunto com a expansão contínua do esporte, tornou-se cada vez mais importante preencher a lacuna entre os níveis amador e profissional”, disse Tim Cotter, Diretor de Eventos MX Sports Pro Racing. “A colheitadeira de olheiros é um conceito comprovado nos principais esportes coletivos e, dado o nível de investimento que cada um de nossos fabricantes concorrentes tem em motocross amador, é de vital importância que façamos nossa parte como organizadores competitivos para desenvolver uma estrutura que sirva para beneficiar nossos esporte e, mais importante, nossos atletas. Esta é sem dúvida a transição mais crítica na carreira de qualquer concorrente e estamos empenhados em fazer a nossa parte para dar a eles o suporte de que precisam ”.

Além do componente educacional da colheitadeira, os pilotos também irão para a pista em cada um dos respectivos Nacionais. Duas corridas de 25 minutos mais duas voltas serão disputadas no mesmo layout que os profissionais em Ironman Raceway e Fox Raceway, proporcionando uma oportunidade de avaliar o potencial desta coleção de pilotos que desejam embarcar em uma carreira a nível profissional. Esses pilotos também serão homenageados com uma volta de desfile cerimonial durante as cerimônias de abertura de cada evento, juntamente com dois programas de destaque de meia hora na MAVTV Motorsports Network.

Os participantes convidados para o MX Sports Pro Racing Scouting Moto Combine serão anunciados nas próximas semanas.

JUNTE-SE À PÁGINA DO FLIPBOARD DA MXA

FlipboardSe você usa o Flipboard, certifique-se de assinar a página Motocross Action para obter todas as atualizações em nosso site. Clique AQUI para verificar a página.

FOTO CLÁSSICA

2011 daytona start Daytona Supercross 2011 começa com Kevin Windham (14), Ryan Dungey (1) e Ryan Villopoto.


Resposta do Moto Trivia: Jason Anderson em seu ano de estreia em 2011

você pode gostar também