RELATÓRIO DE CORRIDA REM MOTOCROSS: MÁS NOTÍCIAS! NÃO CHEGOU A 100 GRAUS, MAS NINGUÉM RECLAMOU

Só há uma maneira de ficar fora da turbulência no primeiro turno e é fazendo o que o nº 42 (Justin Jones) está fazendo - obtendo o holeshot.  Foto: Debbi Tamietti

FOTOS DE DEBBI TAMIETTI E DAN ALAMANGOS

A corrida deste fim de semana foi controlada por duas forças externas: (1) Anunciada como "A primeira corrida de 100 graus de 2021", com base nas previsões meteorológicas que previam temperaturas de 104 graus e, amplamente confiável, com base no fato de que na sexta-feira eram 104 graus em Glen Helen. Muitos pilotos achavam que a discrição era a melhor parte do valor. Eles preferem ir à praia do que a Glen Helen quando o termômetro ultrapassar a marca do século. A grande surpresa foi que os meteorologistas estavam todos errados. Nunca atingiu 100 graus em Glen Helen no sábado. A máxima era de 94 graus às 2h00 e a primeira rodada de motos foi realizada em temperaturas abaixo de 90 graus. (2) Este fim de semana de 19-20 de julho foi o fim de semana Mammoth Mountain Motocross Vet. Definitivamente não era o fim de semana de corridas poderoso que já foi, Mammoth Mountain ainda atraiu 15 regulares REM das guerras semanais REM. O lado positivo disso foi que os caras do REM se deram bem em Mammoth Mountain. Pete Murray venceu a classe Over-60 Expert, Kurt Nicoll ficou com a divisão Over-50 Expert e Ryan Hughes, Mark Tilley, Dennis Stapleton e Billy Mercier conquistaram os quatro primeiros lugares no pódio Over-40, enquanto Josh Grant, que cresceu competindo no REM, ganhou o título Over-30 Pro. Outros pilotos REM que deixaram sua marca em Mammoth foram Alan Jullien, Ed Guajardo, Thad Friday, Mic Rogers, John Caper, Kevin Barda, Giovanni Spinali e Mike Davis. Parabéns a todos eles, mas vocês perderam uma ótima faixa no REM e alguns duelos sérios pelos lugares que vocês desocuparam.

Justin Jones deixou a carreira no Supercross e no AMA Nationals para ser um piloto offroad, mas o ISDE Gold Medalist, vencedor da AMA Junior World Cup e quatro vezes vencedor do Baja 1000 ainda gosta de sair e jogar.  Foto: Debbi Tamietti

Aryton Ward (797) pegou emprestado o KX450 de seu pai e veio para o REM para se preparar para o fim de semana Mammoth Mountain Pro da próxima semana. Ele montou bem e lutou com Justin Jones e Brian Medeiros (75).  Foto: Debbi Tamietti

Josh Fout (67) tem competido com a moto cross-country 2021 Kawasaki KX450X da MXA em tudo, desde motocross a grandes prêmios, WORCS e hard enduros.  Foto: Debbi Tamietti

Os pilotos de teste da MXA têm que correr conforme são designados, o que significa que até mesmo um 250 Pro como Brian Medeiors acaba sendo designado para correr com a moto mais lenta da classe 250. No entanto, você não saberia, pois Brian venceu a classe 250 Pro em um RM-Z250 padrão. Foto: Debbi Tamietti

A corrida foi intensa, se não para a posição final do pódio, pelo menos para o holeshot. Robert Reisinger venceu as classes Over-50 Expert e Over-60 Expert com quatro vitórias consecutivas. Ron Schuler ficou com o ouro Over-50 Elite, enquanto o importador TM Ralf Schmidt ganhou a classe Over-40 Expert em um protótipo TM 144 FI com injeção de combustível. Luc De Ley (1-2) venceu a classe Intermediária Acima de 60 anos sobre os cinco primeiros de Bill Reimer (4-1), Marc Crosby (2-3), Tim Hoole (3-4) e John Perry (5-5 ) Bill Reimer voltou para se redimir com uma vitória de 1-1 na classe intermediária acima de 50 contra um dos cinco primeiros colocados entre Russell Brown, Steve Watson, Morgan Pierce e Ernie Becker.

A vitória do 450 Pro foi para o campeão Baja 1000 e herói do ISDT, Justin Jones, com Ayrton Ward em segundo. Ambos os pilotos são filhos dos ex-campeões nacionais da AMA Gary Jones e Jeff Ward. Brian Medeiros correu com a Suzuki RM250 da MXA e, no terreno acidentado e acidentado de Glen Helen, fez uma varredura de duas motos na classe 250 Pro.

Caden Braswell (222) venceu a classe 250 intermediária.  Foto: Debbi Tamietti

Talon Hawkins (71) hijinks voando alto parecia bom enquanto durou, mas eventualmente ele cometeu um erro.  Foto: Debbi Tamietti

A classe 250 intermediária foi a corrida mais emocionante do dia, graças a Talon Hawkins. Talon foi o único cavaleiro a pular o topo da mesa antes da torre até a rampa de pouso na linha de chegada. Hawkins foi muito rápido e poderia facilmente ficar com os profissionais, mas, no que foi um momento de azar para seu Husqvarna FC250, mas um momento de muita sorte para ele, Tallon veio "muito longe" neste salto na segunda bateria. A explosão de sua roda traseira pode ser ouvida nos poços quando ele saltou, quebrando a maioria dos raios e jogando Talon em seu guidão - onde ele dirigiu a moto em um barranco na lateral da pista. Ele teve sorte, primeiro porque não foi jogado por cima das grades. Segundo, que sua bicicleta derrapou na margem esquerda para mantê-lo fora da linha de corrida do salto cego. Terceiro, e mais importante, ele não se machucou. Com Hawkins fora dos 250 intermediários, a vitória foi para Caden Braswell com Connor Styers em segundo.

Vê alguma coisa faltando? Que tal dois terços dos raios de Talon Hawkins. Esta não era uma roda Husqvarna original, ela foi construída sobre um aro Excel A60 de última geração, que é um pouco pior para o desgaste, mas não desabou, pelo que Talon pode agradecer. Foto: Dan Alamangos

Robert Reisinger (96) correu duas classes com uma moto entre elas e venceu as duas. Foto: Debbi Tamietti

Randel Fout (71) queria competir com a KTM 150SX construída pelo Pro Circuit que Josh Mosiman, da MXA, conquistou o terceiro lugar geral no Campeonato Mundial de Duas Travadas de 2021 e acertou dois holeshots. Parece uma má escolha ir contra uma classe cheia de 450 quatro tempos, mas Mitch Payton o transformou em um foguete de 44 cavalos de potência, então Randel não teve problemas para passar de 450. Foto Debbi Tamietti

O havaiano Jantzen Tani (20) conquistou a vitória da classe 450 Novice com um 1-1. Esta foto é para seus amigos em Oahu. Foto Debbi Tamietti

Houve muitos destaques nas classes mais lentas também. O amigo havaiano de Brian Medeiros, Jantzen Tani, que está há alguns meses correndo em SoCal, uma tradição do motocross havaiano que remonta aos dias de John DeSotoy, foi 1-1 na classe 450 Novice. Mark Taylor e Michel Oetzell dividiram vitórias de moto e segundos na classe Vet Novice, com Taylor recebendo o aceno com base em sua pontuação de 2-1. Dane Sietrich venceu ambas as motos da classe Over-60 Novice, enquanto Gene Boere 2-1 foi mais do que bom o suficiente para bater 1-3 de Bill Seifert na classe Over-65 Intermediate com TV Holmes em terceiro, Kent Reed em quarto e Tony Parsons em quinto. Sonya Seale e Gabby Sanchez foram as duas competidoras mais felizes do REM, pois passaram muito tempo juntas na pista e nos boxes. Seale conquistou a vitória na categoria Feminina.

Val Tamietti (31) foi o REM número um em 2017 e 2018, mas não recebeu as três turfeiras porque quebrou a perna um pouco antes do início da temporada de 2019. Este sábado, Val foi o terceiro na classe Over-60 Expert, atrás de Dave Eropkin, que foi o REM número um de 2019. Foto: Debbi Tamietti

Ralf Schmidt (73) venceu a classe Over-40 Expert, que foi o segundo portão da corrida Pro. Isso significava que os motos duravam 20 minutos em vez de 15.  Foto: Debbi Tamietti

O australiano Dan Alamangos trocou o seu favorito 2021 Husqvarna FC350 para o seu favorito anterior KX450 e foi 2-2 na classe Over-50 Expert. Foto: Debbi Tamietti

Mesmo sem seus traidores de Mammoth Mountain, a maior classe do dia era o Over-60 Experts, que, como observado, foi vencido por Robert Reisinger, mas apresentava alguns talentos de alto poder da década de 1970 - incluindo Dave Eropkin, Val Tamietti, Randy Skinner, Darren Lowery, Mike Monaghan, Steve Chandler e Jim Hanson. REM tem uma tradição de 32 anos de corrida que é auxiliada pelo fato de que muitos pilotos "REM Número Um" continuam competindo semana após semana, embora a proeza de corrida que os trouxe ao campeonato de pontos alguns anos atrás seja um pouco pior para usar. Esta é a lista dos ex-Number One (e os anos em que ganharam) que corriam no REM aos sábados: Jody Weisel (1998), Randy Skinner (2001 e 2012), Marc Crosby (2005), TV Holmes (2016), Val Tamietti (2017-2018), Dave Eropkin (2019) e Robert Reisinger (2020).

Acredite ou não, Jody Weisel da MXA foi o piloto número um do REM 23 anos atrás (1998). Se isso parece muito tempo atrás, ele foi o CMC Number One Vet Pro 37 anos atrás (1984). Ao contrário da crença popular, ele não usa as mesmas botas - o costume da Alpinestars faz dele novas botas de couro Super Victory brancas a cada dois anos. Foto: Dan Alamangos

Marc Crosby terminou em terceiro na classe intermediária Over-60 quando seu amigo Luc De Ley se recusou a passar o primeiro colocado Bill Reimer na última volta da segunda bateria porque Luc não precisou passar Bill para levar a geral. O 2-3 de Marc foi derrotado pelo 4-1 de Reimer.  Foto: Debbi Tamietti

John Perry (94) veio de Durango, Colorado, correu em suas motos e foi para casa. Isso somava uma hora de direção por volta.  Foto: Debbi Tamietti

Donnie Quanstrom (16) sabe que deve se mover e dar às mulheres um pouco mais de espaço. Gabriella Sanchez e Sonya Seale nem se dão muito espaço neste canto. Foto: Debbi Tamietti

A matrícula dianteira de Brian Santos parece que está caindo, mas ele acabou de encomendar os fundos da matrícula Factory Effex com o número inclinado.

Das oito marcas diferentes de bicicletas que correram no REM no último fim de semana, três marcas tiveram mais de 80% de todas as bicicletas no REM. Na verdade, a KTM tinha metade dos 80% sozinha. Os grandes números foram para KTM, Husqvarna e Yamaha, com a dupla austríaca com 61% sozinha (e se você jogasse GasGas, eles teriam 64%).

MARCAS DE BICICLETAS CORRIDAS NO REM GLEN HELEN ESTA SEMANA
KTM… 40%
Husqvarna… 21%
Yamaha… 20%
Honda… 7%
Kawasaki… 6%
GasGas… 3%
TM… 2%
Suzuki… 1%

Jakob Giardini (166) capturou a aparência de uma “mancha negra de cor”. Se não fosse por seu tubo de escapamento YZ250 brilhante, ele estaria irreconhecível. Fotógrafos de motocross odeiam quando os pilotos se vestem de preto.  Foto: Dan Alamangos

Greg Labranche (21), Andrew Bennett (694), Ian Alexander (486) e Nick Reisinger (86) misturam-se vindo deste salto.  Foto: Debbi Tamietti

Jim Dorsett (536) lidera Ernie Becker (934) e Morgan Pierce (3) na classe Over-50 Intermediate. Eles foram 4º, 5º e XNUMXº com Becker dividindo Pierce e Dorsett.  Foto: Dan Alamangos

Bill Reimer (71) venceu no Over-50 Intermediates e ficou em segundo lugar no Over-60 Intermediates. Russell Brown (16) foi o segundo atrás de Reimer nos Intermediários Acima de 50. Foto: Debbi Tamietti

CRONOGRAMA REM RACE 2021
26 de junho ... faixa REM
3 de julho ... faixa REM
17 de julho ... faixa REM
24 de julho ... faixa REM
7 de agosto ... Pista nacional
14 de agosto ... faixa REM
21 de agosto ... faixa REM
11 de setembro ... faixa REM
18 de setembro ... faixa REM
30 de outubro ... National Track Octobercross
20 de novembro ... faixa REM
4 de dezembro ... faixa REM
18 de dezembro ... faixa REM

Jim Hanson (83) e Darren Lowery (145) duelaram na classe de especialistas com mais de 60 anos e comeram um pequeno poleiro.  Foto: Debbi Tamietti

Quando você olha para frente, sua bicicleta segue seus olhos. O vencedor do 250 Pro Brian Medeiros tem aquele olhar de mil milhas.  Foto: Debbi Tamietti

John Perry (94) e Ernie Becker (934) tentam ficar em formação fechada na seção traseira da pista REM.  Foto: Debbi Tamietti

Os arquivos MXA contêm fotos de Justin Jones quando ele estava nos braços de Gary Jones com a mesma idade. Foto: Debbi Tamietti

Randy Skinner tem seu próprio GasGas MC450, mas foi contratado pela MXA para competir com o GasGas de corrida completa de Kent Reed. É sempre um erro correr com uma bicicleta de corrida totalmente modificada e depois voltar à bolsa no dia seguinte.  Foto: Debbi Tamietti

Kent Reed (192) deixou seu KTM 450SXF Factory Edition e comprou um GasGas MC 450.  Foto: Debbi Tamietti

REM estará competindo neste sábado, 26 de junho, novamente no sábado, 3 de julho, em 17 de julho e em 24 de julho. Para obter mais informações sobre o REM, acesse www.remsatmx.com or Clique aqui para a página de Facebook do REM.

você pode gostar também