TESTE DE CORRIDA MXA: O TESTE REAL DO 2024 BETA 450RX

O EQUIPAMENTO: Camisa: Alpinestars Supertech, Calças: Alpinestars Supertech, Capacete: Alpinestars M10, Óculos: Scott Prospect, Botas: Alpinestars Tech 10.

P: EM PRIMEIRO LUGAR, O 2024 BETA 450RX É MELHOR DO QUE O 2023 BETA 450RX?

A: Sim, porque a 450RX é a primeira moto de motocross 450 a quatro tempos da Beta. A marca italiana existe desde 1905 e, surpreendentemente, permaneceu como propriedade familiar o tempo todo. A Beta fabricou motos de motocross de dois tempos nos anos 70 e 80, mas desde então a Beta concentrou sua atenção principalmente em motos de teste e off-road. A 2021 Beta 300RX dois tempos foi sua primeira moto específica para motocross e foi a precursora desta nova 450.

Q: DO QUE SE TRATA O BETA?

A: Por ser uma pequena marca europeia e provavelmente porque a Beta usa estruturas de aço, algumas pessoas presumem que a Beta está trabalhando com a KTM de alguma forma. Podemos garantir que não é esse o caso. O fabricante italiano de motocicletas existe há muito mais tempo que a KTM, com sua criação remontando a mais de 120 anos. Originalmente sob o nome de “Societa Giuseppe Bianchi”, a Beta começou a fabricar bicicletas artesanais e mudou para motocicletas no final da década de 1940. Beta é o que chamamos de “marca boutique”. Os betas são comprados principalmente em concessionárias por pré-encomenda, e o piloto pode personalizar a construção por meio do programa Traga sua própria bebida (Build Your Own Beta) ao fazer o pedido.

A Beta é muito menor do que os outros grandes fabricantes, então os italianos têm que ser espertos com seu marketing. Eles não afirmam ter as bicicletas mais rápidas, mais fortes, mais leves ou mais ágeis. Seu slogan é “Rideability” e seu foco está na produção de bicicletas que atraem o motociclista comum com um chassi equilibrado e um motor suave. A Beta 450RX é uma máquina nova e emocionante com um caráter de potência suave.

Q: QUAL É A HISTÓRIA DE BETA 2024RX 450?

A: O 2024 Beta 450RX é o produto de cinco anos de desenvolvimento e quatro anos de testes de corrida na série MXGP. No Campeonato Mundial, os pilotos e equipes podem correr em máquinas protótipos e não há restrições. Por esta razão, pode ser emocionante ver as equipes de fábrica competirem no que poderão ser os modelos do próximo ano. No ano passado, Romain Febvre correu com a Kawasaki KX2024 de 450, e Tim Gajser estava competindo com a Honda CRF2025 de 450.

Jeremy van Horebeek foi o principal piloto/piloto de testes da equipe de fábrica Beta quando eles começaram a competir no MXGP em 2021, e Alessandro Lupino se juntou a ele na temporada de 2022. Para 2023 foram Lupino e Ben Watson, e para 2024 a equipe conta com Ben Watson e Ivo Monticelli representando a Beta (Alessandro Lupino agora está testando e correndo pela Ducati). Através de testes de corrida na série MXGP, a Beta conseguiu desenvolver o 450RX que agora está disponível ao público. Isso permite que ele seja homologado para que possa competir no AMA Supercross e no motocross em 2024. Representando a equipe Beta de fábrica estão Colt Nichols e Benny Bloss.

Os garfos KYB foram a parte mais difícil da moto.

Q: EM QUE SE BASEIA O 2024 BETA 450RX?

A: Claro, este é um modelo totalmente novo para Beta. Mas, ao contrário das outras duas grandes marcas emergentes – Triumph e Ducati – a Beta já está acostumada a fabricar motos sujas. Eles têm uma gama completa de quatro tempos específicos para off-road em deslocamentos únicos que atualmente competem na série West Coast Off-Road Grand Prix (WORCS e NGPC), corridas no deserto, corridas GNCC da Costa Leste, EnduroCross e Hard Enduros . Na faixa de quatro tempos, a Beta fabrica 350RR, 390RR, 430RR e 480RR. Na categoria dois tempos, eles fazem 125RR, 200RR, 250RR e 300RR.

Ao desenvolver o 2024 Beta 450RX, os italianos usaram seu off-roader pronto para cross-country como ponto de partida e, é claro, tiveram que fazer uma série de atualizações para ajustá-lo ao motocross.

Como o Beta atualmente não possui motor de 450 cc para off-road, esse motor é totalmente novo. O 450RX possui uma transmissão de 5 velocidades com compartimentos de óleo separados para o motor e a transmissão. Possui cabeçote de quatro válvulas, seguidores de dedo, cames duplos e usa injeção eletrônica de combustível com corpo de borboleta de 46 mm. Ele usa uma embreagem hidráulica de mola com arruela Belleville com um cilindro mestre Brembo e três configurações de tensão na mola para ajustar a sensação da embreagem. Ele também vem com um sistema de exaustão HGS em aço inoxidável.

Quanto ao chassi, ele utiliza uma estrutura de aço cromado 450RX soldada por robô e revestida com pó vermelho. Este quadro é novo para esta moto e foi mais rígido para motocross com 10 mm de material adicionado ao redor da haste de direção. Em comparação com os seus quadros específicos para todo-o-terreno, o ângulo da coluna de direção é mais acentuado para curvas mais fechadas. O motor gira ligeiramente para trás no quadro. Além disso, o 450RX usa apoios de cabeça projetados especificamente para motocross. Esse mesmo quadro vem no Beta RR off-road quatro tempos “Race Edition” para 2024, mas não vem nos modelos Enduro. Para suspensão, o 450RX usa garfos de mola AOS Kayaba, cartucho fechado, 48 mm e um amortecedor traseiro Kayaba de 50 mm. Para parar, o 450RX conta com freios Nissin. 

Depois que a suspensão é consertada, o Beta 450RX é incrível de pilotar.

Q: COMO FUNCIONA O 2024 BETA 450RX NA PISTA?

A: O motor Beta 450RX é muito parecido com um trator. Tem uma sensação pesada que continua com uma qualidade de potência suave, lembrando-nos da nova Kawasaki KX2024 450, só que não é tão “livre” ou “de rotação rápida” como o KX. Numa pista lisa, os nossos testadores queriam mais potência e emoção, mas quando a situação ficou difícil, ficaram gratos pelo facto de a moto ser mais fácil de gerir com as suas características de potência amigáveis. 

O motor 450RX prefere rodar na faixa intermediária e não quer acelerar até a lua. O limitador de rotação do Beta também é único. Ele tem o que os sintonizadores de motor chamam de limitador “lento” ou “suave”. Ele chega a 11,100 rpm, que está na mesma faixa da 2024 KTM 450SXF, mas a forma como chega é diferente. Dá uma sensação de vibração no limitador. Vários pilotos de teste disseram que parece o Quickshift da KTM. Nossos pilotos de teste ficaram confusos no início, imaginando se a moto tinha problemas elétricos, mas quando percebemos que era normal, nos acostumamos. 

Embora sejamos críticos em alguns de seus aspectos, o motor 450RX não é ruim, é apenas diferente. Quando você compra a bicicleta, ela vem com um manual do proprietário, um suporte para mover o interruptor do mapa do meio do guidão para o guidão e quatro cames de aceleração opcionais que variam de giro rápido a giro lento. Todos os nossos pilotos de teste preferiram a câmera do acelerador de giro rápido porque dava ao motor uma sensação mais emocionante de baixo custo. 

Q: COMO FUNCIONA O 2024 BETA 450RX NO DYNO?

A: O Beta 450RX brilhou no dinamômetro. Ele veio forte com uma curva dinâmica comparável à curva 2024 KTM 450SXF. Ele corresponde à KTM em potência no  Faixa de 6000 a 7000 rpm, mas a KTM começa a se afastar a 8000 rpm e continua se afastando nas faixas de 9000, 10,000 e 11,000 rpm, onde a KTM atinge o pico de 59.2 cavalos de potência. O Beta 450RX atinge o pico de 57.8 pôneis. A curva de torque, entretanto, conta uma história diferente. A KTM e a Beta atingiram um pico de torque de 34.8 libras-pés, mas a KTM o sustenta por muito mais tempo, enquanto a curva Beta termina mais cedo.

Também comparamos os dois mapas Beta 450RX no dinamômetro. O mapa suave elevou o 450RX de 57.8 para 53.7 cavalos de potência e os 34.8 libras-pés de torque para 32.8. Foi significativamente mais lento no dinamômetro e na pista. Como o Beta 450RX já é um 450 tempos muito suave com um perfil de potência amigável, raramente optamos por usar o mapa suave. Apenas um testador preferiu isso ao andar em condições difíceis e escorregadias. 

Agora entendemos o que Beta quer dizer com “capacidade de condução”. :

P: COMO O 2024 BETA 450RX SE COMPORTA NA PISTA?

A: A suspensão Kayaba dificulta o Beta 450RX. O garfo e o choque não combinam um com o outro. O garfo é rígido na parte superior do curso e macio na parte inferior. Ele anda alto no curso e pode parecer rígido até você pisar no freio dianteiro ou bater em um grande solavanco, então ele explode e fica muito perto do fundo. É um enigma que inicialmente fez com que nossos pilotos de teste andassem em círculos. O choque é quase o oposto. É macio e macio por cima, mas quando você chega na faixa média do golpe, fica rígido. Tentamos levantar e abaixar a curvatura e os garfos dentro dos grampos triplos. Por fim, decidimos adicionar 20 cc de óleo aos garfos para ajudar a proporcionar amortecimento adicional no final do curso. Em seguida, usamos o clicker de compressão para suavizá-lo. Finalmente, usamos o ajustador de recuperação do garfo para obter mais movimento nos solavancos.

Ele vem com um design de filtro Twin Air, que copia a KTM.

A frenagem do motor afeta a forma como a bicicleta desacelera nas curvas, o que afeta o manuseio da bicicleta. O 450RX sai livremente do acelerador, com menos frenagem do motor na segunda e terceira marcha. É claro que a primeira marcha trouxe mais frenagem do motor, como seria de esperar, mas raramente reduzimos para a primeira na entrada da curva. O maior efeito de muita frenagem com o motor é que ela aumenta a carga na dianteira ao entrar nas curvas. Mais peso na frente é bom porque aumenta o ângulo da cabeça; entretanto, não é tão agradável quando os garfos estão muito rígidos na parte inicial do golpe. Embora tenhamos dito que raramente reduzimos a marcha ao nos aproximarmos de uma curva pela primeira vez, houve algumas curvas mais fechadas em que precisávamos diminuir uma marcha para aumentar a tração do pneu dianteiro e adicionar algum ruído nas saídas de curva.

A bandeja da bateria está bem organizada.

Felizmente, a Beta tem uma equipe interna de suspensão que pode personalizar sua suspensão de acordo com seu nível de habilidade e peso. Enviaram-nos uma afinação que ajudou significativamente no equilíbrio da moto, dando aos nossos pilotos de teste muito mais confiança no chassis. Esperamos que eles corrijam as configurações de suspensão de estoque para o 2025 Beta 450RX.

P: O QUE HÁ DE ÚNICO NO 2024 BETA 450RX?

A: Esta bicicleta tem muitos aspectos interessantes que a diferenciam das outras marcas. Primeiro, ele possui remoção de assento sem ferramentas. Você aperta um botão para remover o assento, o que é ótimo para lavar a bicicleta e proteger a espuma do assento. O assento também é muito plano e duro. Recomendamos adicionar um assento sob a capa para mantê-lo centrado na bicicleta e para ajudá-lo a sentir que está sentado na bicicleta, e não em cima dela. A bandeja embaixo do assento também é bonita. Uma cesta leve contém a bateria, a ECU e os relés em um só lugar.

A caixa de ar Beta é uma cópia do design do filtro de ar sem ferramentas da KTM. A tampa de plástico se encaixa como a de uma bicicleta austríaca, e o filtro Twin Air padrão se encaixa em ilhós de borracha como o filtro KTM - só que não é tão fácil. É preciso um pouco de prática para entender isso. A configuração do switch de mapa/bar pad mencionada anteriormente é bastante única. Todos os pilotos de teste olharam para ele com apreensão, porque o interruptor do mapa moldado em plástico ficava acima da almofada da barra e estava bem no centro de onde seu peito bateria. Felizmente, o Beta possui um adaptador para mover a chave do mapa para o guidão. O freio dianteiro, os poleiros da embreagem e os cilindros mestres são todos revestidos de preto, assim como o braço oscilante, fazendo com que a stock bike pareça de fábrica. A roda dentada de camada dupla tem um toque agradável, com núcleo de alumínio e dentes de aço para maior durabilidade. Esta é a única moto de motocross que usa tanque de combustível translúcido. Você não precisa remover a tampa do tanque para ver quanto gás há no tanque.

O layout geral do Beta também é único. Embora tenha muito vermelho, não pode ser confundido com Honda ou GasGas. A carroceria é quase igualmente vermelha e azul. Os aros e o assento são azuis e os gráficos são azuis e vermelhos. O silenciador está 100% exposto; no entanto, perdemos um parafuso da proteção do silenciador quando um piloto de testes o apertou com muita força. Apenas o nosso piloto de testes mais baixo mencionou que conseguia sentir o calor vindo do silenciador, mas disse que não estava quente, apenas quente.

Os pés não eram afiados o suficiente.

Q: O QUE Odiamos?

A: A lista de ódio:

(1) suspensão. O maior problema desta moto é a suspensão original.

(2) Rev limitador. Este motor tem muitas vantagens, mas a desvantagem é o limitador de rotação, já que é diferente de qualquer outro quatro tempos moderno. 

(3) pés de pé. Os pinos pareciam elegantes no início, mas não eram afiados e se desgastavam rapidamente. 

(4) assento. O layout do assento poderia usar mais espuma. É plano e difícil. 

(5) largura. O tanque de combustível é largo, curvando-se mais do que outros tanques. Parece uma Yamaha YZ2022F 450 ou modelo anterior. Não é terrível, mas leva algumas voltas para se acostumar. 

(6) Manutenção. A situação do óleo do motor e da transmissão de compartimento duplo acrescenta algumas etapas extras a uma troca de óleo de rotina. 

(7) tanque de combustível. Estamos 50/50 no tanque translúcido. Faz com que a 450RX pareça uma bicicleta off-road, mas é muito prática e agradável para verificar rapidamente o nível de combustível.

(8) peso. Sem combustível, mas com todos os outros fluidos incluídos, o 2024 Beta 450RX pesa 239 libras, que é o mesmo peso da Suzuki RM-Z450 e da Kawasaki KX450.

Q: DO QUE GOSTAMOS?

A: A lista de gostos:

(1) poder. Este motor engana. Tem uma qualidade de energia suave que é mais rápida do que parece. 

(2) estética. Beta não tem medo de se destacar e gostamos disso.

(3) choque. O amortecedor traseiro pode ser removido sem levantar ou remover a subestrutura. Remova o silenciador e, em seguida, remova os parafusos do amortecedor (superior e inferior) e o amortecedor sairá pelo lado direito do chassi auxiliar.

(4) Troca de mapa. É único e legal ter o mapa alternado no guidão, mas é ainda melhor que ele pode ser facilmente movido para o guidão.

(5) Revestimentos. O braço oscilante preto e os freios têm uma pintura espessa especial. 

(6) Filtro sem ferramentas. É bom mudar um filtro sem precisar abrir uma caixa de ferramentas. 

(7) Roda dentada. A roda dentada traseira de material duplo oferece grande valor ao agregar durabilidade.  

(8) Acelerar cames. Estamos felizes por eles oferecerem quatro cames de aceleração extras para ajustar a entrega de potência. Preferimos a câmera preta de giro rápido número 44. 

P: O QUE PENSAMOS REALMENTE?

A: Esta bicicleta é perfeita para pilotos que gostam de se destacar da multidão. Como a Beta é um fabricante menor e uma marca totalmente nova de motocross, é provável que você seja um dos poucos pilotos de uma Beta em sua região. Possuir a nova Beta 450RX significará que você precisará reavaliar a suspensão, mas esta moto tem potencial. Isso lembra nossos pilotos de teste mais experientes da KTM 2012SXF 450 - uma bicicleta que não estava pronta para corrida em estoque, mas tinha um grande potencial quando você ajustava a suspensão. 

Por ser uma marca menor e um modelo totalmente novo, há menos peças de reposição disponíveis para o Beta 450RX; no entanto, a Beta nos garantiu que está comprometida com o mercado de motocross e não vai a lugar nenhum. 

 

você pode gostar também

Comentários estão fechados.